Edição 207 – 14/11/2017

Em nota, Auditoria Cidadã repudia “expropriação de recursos públicos”


Sem título

Por meio de nota pública, divulgada na última semana, a Auditoria Cidadã da Dívida manifesta repúdio ao PLS204/2016, ao PLP181/2015 e ao PL3337/2015 em trâmite no Congresso Nacional. Segundo a entidade, tais matérias objetivam legalizar um esquema de “expropriação de recursos públicos”.

O texto publicado é fruto de debates promovidos no seminário internacional “Esquema Financeiro Fraudulento e Sistema da Dívida”, realizado nos dias 7, 8 e 9 de novembro, em Brasília, e que contou com apoio e participação de representantes da Diretoria Executiva Nacional (Direx) do Sinal.

No documento, ainda, a exigência de que governadores e parlamentares apoiadores dos projetos “tomem conhecimento das graves evidências de ilegalidades comprovadas”.

“O Brasil e suas unidades federativas precisam de recursos orçamentários para atender as necessidades básicas da população. Não é razoável comprometer recursos futuros para atender ganhos financeiros”, também argumenta a nota. Leia aqui a íntegra.

Edições Anteriores RSS
5ª feira, 23 de novembro de 2017
shadow