Edição 0 - 14/10/2003

Boletim n. 350, de 14/10/03

SEM MOBILIZA€ÇO NÇO HAVERµ PCS – Os servidores do BC em SÆo Paulo, na assembl‚ia de 10/10/03, aprovaram, por indica‡Æo do Conselho Nacional do SINAL, a realiza‡Æo de uma vig¡lia, a partir das 14h, no pr¢ximo dia 15, quarta-feira, data prevista para o envio do projeto do nosso PCS ao Congresso Nacional. Durante a vig¡lia, em assembl‚ia, no caso de nÆo ocorrer o envio do PCS, deliberaremos a proposta de greve por tempo indeterminado a partir da quinta-feira, dia 16 de outubro. Visando aumentar a participa‡Æo e adesÆo ao movimento, decidiram, al‚m da indica‡Æo do Conselho Nacional, por paralisa‡äes parciais, a partir das 12h30, desde ontem, segunda-feira. Paralisamos ontem e paralisaremos hoje visando pressionar o encaminhamento do PCS para o Congresso. J  fomos tolerantes demais. J  esperamos h  855 dias. Qualquer que seja a explica‡Æo que o governo dˆ, nenhuma delas ‚ aceit vel. Tanta enrola‡Æo s¢ pode ser creditada ao descaso com que o governo (este e o anterior) trata o assunto PCS do Banco Central. Mudar este estado de coisas depende de n¢s. Como informa o Apito Brasil distribu¡do hoje, o trƒmite legislativo, mesmo em regime de urgˆncia, para an lise, vota‡Æo e aprova‡Æo do PCS pode chegar a 90 dias, fora o per¡odo de recesso do Congresso, o que nos remete a uma poss¡vel data de aprova‡Æo por volta de mar‡o de 2004. Nada assegura, ainda, que os efeitos do PL, inclusive financeiros, retroajam a dezembro de 2003. Alertamos, mais uma vez, que nÆo temos nada garantido, j  que o governo – seguindo … risca o que parece ser uma caracter¡stica sua – nÆo cumpre os acordos que faz com os servidores, nem quanto ao conte£do, nem quanto ao prazo. Fazer avalia‡äes e afirma‡äes positivas, inclusive quanto a prazo de implanta‡Æo do PCS, nada mais significa do que fazer o jogo daqueles que nÆo tˆm compromisso com a solu‡Æo do problema. Da necessidade da aprova‡Æo e implanta‡Æo do PCS ‚ desnecess rio voltar a falar, at‚ porque esta tem sido a meta do funcionalismo desde o in¡cio do movimento. O que devemos ter em mente, neste momento, ‚ que o PCS somente vir , de fato, se nos mobilizarmos. Porque – ainda que o projeto tramite em regime de urgˆncia – a vota‡Æo c‚lere s¢ acontecer  na medida de nossa efetiva pressÆo. Vamos, portanto, demonstrar a nossa uniÆo e disposi‡Æo de luta. Pelo imediato encaminhamento do PCS! Todos … vig¡lia de amanhÆ! HOJE – paralisa‡Æo, com assembl‚ia, a partir das 12h30.

Edições Anteriores RSS