Edição 0 - 23/10/2003

Boletim n. 356, de 23/10/03

ASSEMBLIA AMANHÇ, 24/10/03, ·S 14H – Hoje, 23/10, completamos 864 dias de luta pelo nosso PCS; Faz 3 dias que o nosso PCS foi encaminhado para o Congresso Nacional; Faltam 55 dias para o encerramento do ano legislativo. // CAMPANHA PELO PCS – UMA REFLEXÇO – Estamos na 3¦ etapa da luta pelo PCS. O desgaste que sofremos foi muito grande, quando comparado ao t¡mido PCS acordado e o pequeno trajeto percorrido pelo PL at‚ o momento. Mas esta ‚ a dura realidade do funcionalismo do BC: perdas diversas (direitos, poder de compra do sal rio, etc…) e muitas lamenta‡äes que infelizmente nÆo se traduzem em mobiliza‡Æo da categoria na mesma propor‡Æo. A disposi‡Æo de continuar a luta, no entanto, nÆo arrefeceu e nem pode arrefecer, sob pena de vermos nossos direitos e a dignidade de nosso trabalho naufragarem. Temos no BC um cen rio formado por aqueles que lutam pelas demandas leg¡timas e comuns do funcionalismo e uma parte que, lamentavelmente, parece nÆo perceber a importƒncia de compor o todo, cuidando exclusivamente de seus interesses individuais, deixando ao primeiro grupo a tarefa de defender a carreira e a pr¢pria institui‡Æo. Numa visÆo imediatista, a £ltima op‡Æo pode parecer a mais interessante, mas no m‚dio e longo prazo revelam-se desastrosas para os servidores desta Casa, tendo em vista o estado de pen£ria em que nos encontramos. A omissÆo na participa‡Æo pela defesa dos direitos comuns a todo o funcionalismo s¢ pode encontrar alguma justificativa plaus¡vel entre aqueles que enxergam o BC como um trampolim necess rio para suas carreiras pois para aqueles que desejam permanecer na institui‡Æo ‚ um “tiro no p‚”. O papel do Sinal ‚ representar e defender a categoria. Este objetivo passa inevitavelmente pelo fortalecimento do conceito de categoria, pela conscientiza‡Æo da necessidade de luta e uniÆo de todos e, principalmente, pela discussÆo ampla, democr tica e sem preconceitos acerca do que desejamos para a carreira e a institui‡Æo. Isto ‚ um processo permanente mas que precisa ser constru¡do, ainda, em boa medida no BC. Este processo j  foi iniciado. NÆo pelas greves de setembro e outubro em si mas pela discussÆo realizada durante estes movimentos. Os colegas que insistiam em ignorar ou desprezar a mobiliza‡Æo daqueles que defendiam o interesse de todos tiveram que se confrontar com o que estava acontecendo no BC. Com certeza, ningu‚m ficou alheio. Se a favor, contra ou no meio-termo, neste momento, tanto faz. Importante ‚ a reflexÆo. O fato p£blico ineg vel que demonstra o poder e a for‡a da mobiliza‡Æo do funcionalismo, mesmo em situa‡äes em que ela ocorra apenas parcialmente, foi o informativo Dirad/Depes (21/10 – 11h51), emitido, portanto, logo ap¢s a decisÆo da assembl‚ia de S. Paulo, da mesma data, encerrada por volta das 11h30, que decidiu encerrar a greve somente ap¢s confirma‡Æo oficial de que o PCS do BC fazia parte do aditivo enviado pela presidˆncia da Rep£blica ao Congresso Nacional, conforme publicado no DOU. Foi uma vit¢ria daqueles que tiveram e tˆm coragem de lutar pelo que acreditam, sem medo de amea‡as, repres lias, indiferen‡a ou r¢tulos. Daqueles que reconhecem o verdadeiro significado das palavras colega e companheiro e, acima de tudo, o real valor de uma categoria unida. Vamos seguir adiante com firme determina‡Æo pois travaremos muitas batalhas no Congresso Nacional, neste ano, pela aprova‡Æo deste PCS. Mesmo porque no pr¢ximo ano precisaremos retomar a luta por um novo PCS, que represente um avan‡o quando comparado … proposta atual, por um PCS que venha realmente resgatar a dignidade do funcionalismo desta Casa. / Conselho Regional do SINAL-SP // LIBERADO O PAGAMENTO DE MAIS UMA A€ÇO
DE FGTS/PLANOS ECONâMICOS: 646 BENEFICIADOS – Cumprindo determina‡Æo judicial, a CEF est  liberando o pagamento dos expurgos relativos a diversos planos econ“micos, para os quase setecentos participantes do processo n§ 199834000214885, c¢digo 105 do nosso site. Cada integrante da a‡Æo dever  se dirigir … agˆncia mais pr¢xima da Caixa munido de identidade, CPF, PIS/PASEP e CTPS (onde dever  constar a mudan‡a do regime celetista para o RJU) ou comprovante de aposentadoria. Ap¢s o recebimento, solicitamos providenciar c¢pia do comprovante fornecido pela CEF e encaminhar ao SINAL, juntamente com cheque nominal ao escrit¢rio de advocacia Riedel, Resende e Advogados Associados, S/C, no valor correspondente a 8% (oito por cento) do total do cr‚dito. fonte: Apito Brasil n§ 145/03, de 16/10/03 – Para quem ‚ de SÆo Paulo, contemplado nessa a‡Æo, informamos: embora em greve at‚ o momento da reda‡Æo deste boletim, h  funcion rios da CEF na agˆncia da Avenida Paulista, esquina com a Alameda Ministro Rocha Azevedo, que estÆo, no andar t‚rreo, atendendo aos colegas que pretendem fazer o agendamento do saque da corre‡Æo do FGTS. Entrando no pr‚dio, pela Avenida Paulista, pedirem ao gerente de plantÆo para autorizar a entrada para o agendamento; antes de se dirigir … Caixa Econ“mica, recomendamos levar a Carteira de Trabalho no DEPES (3§ andar) para ser colocado o carimbo contendo a informa‡Æo de extin‡Æo do contrato de trabalho por for‡a da passagem do regime CLT para o RJU. Qualquer d£vida, favor entrar em contato com o SINAL-SP, pessoalmente ou atrav‚s dos telefones 3159-0252, 3159-1849 ou 3214-4448.

Edições Anteriores RSS