Edição 450 - 01/07/2005

PASBC: LANÇAMENTO DO “GESSBC” NO DIA 4.7.05

LANÇAMENTO DO “GESSBC”

Com a presença dos colegas Jarbas Athayde Guimarães Filho e Cláudio José Paes de Oliveira, do grupo de discussão do PASBC no Rio de Janeiro, realizaremos no dia 4/7, segunda-feira, das 14h às 16h, reunião no auditório (20º andar) para o lançamento do Grupo de Estudo da Saúde do Servidor do BC – GESSBC. Este é um assunto da maior relevância para o funcionalismo, não apenas porque se luta pela preservação de um razoável plano de saúde, mas também porque se trata de um salário indireto, ameaçado que está por aumentos no valor da contribuição a cada novo prejuízo no Plano. Acena o BC agora com um reajuste de 40% no valor da contribuição. Faça as contas!

O funcionalismo precisa reagir, e já. Contamos com a sua participação!

SINAL-SP

[[[[[]]]]]

PASBC – 1ª REUNIÃO DO COMITÊ GESTOR

Tendo em vista a reunião programada no Auditório para lançamento do GESSBC, transcrevemos, a seguir, o relato do colega Jarbas Athayde, conselheiro eleito pelo funcionalismo, a respeito da 1ª Reunião do Comitê Gestor do PASBC, conforme publicado no boletim INformeATIVO nº 6, de 3/6/05, disponível no Portal do SINAL.

PASBC: NOTÍCIAS DO COMITÊ GESTOR

Nos dias 12 e 13 de maio foi realizada a primeira reunião do novo Comitê Gestor do PASBC, em Brasília, com a posse dos novos representantes eleitos pelo funcionalismo.

Retomada a discussão do Programa, destaco os aspectos mais importantes no processo de redesenho do PASBC objetivando a eliminação do déficit financeiro estrutural que inviabiliza, a curto prazo, a assistência à saúde dos servidores do Banco Central.

Forma e cronograma de discussão 

Audiências Públicas:

Em cada praça – sede e regionais – serão discutidos com o funcionalismo os cenários para a reformulação do PASBC, com indicativo, ainda pendente de confirmação, para que o processo seja iniciado até o dia 13 de maio.

Além dos cenários levados pelos gestores do Programa, os servidores poderão apresentar sugestões (outros cenários) para um amplo processo de discussão. Ao término das audiências haverá a consolidação das propostas objetivando os ajustes necessários ao Programa, cujo modelo e regulamento serão submetidos aos titulares do PASBC conforme definido pelas normas vigentes. 

Reprodução de observações feitas pelo Diretor de Administração

 O aporte de recursos garantiu a sobrevida do Programa por algum tempo apenas e, dessa forma, seu redesenho e implantação deverá ocorrer até 31.12.2005; 

O contingenciamento orçamentário exige que o programa seja reestruturado e se torne equilibrado financeiramente;

 Serão feitos novos investimentos em recursos humanos qualificados, treinamento de pessoal, melhoria das instalações e equipamentos, bem como a contratação de mão de obra terceirizada objetivando a permanente otimização do processo de gerenciamento do PASBC; 

 A otimização do gerenciamento, contudo, não é capaz de equilibrar o Programa financeiramente, o que exige, com absoluta certeza, o aumento da Participação Pessoal Direta Limitada – PDL (maior participação no pagamento dos eventos pelos participantes) ou da contribuição mensal;

 A fase II do Bener (software do PASBC) deve ser implantada imediatamente com vistas a serem gerados os Relatórios que serão ferramentas imprescindíveis para o melhor gerenciamento do Programa;

 O Banco e não o Programa assumirá o pagamento de eventuais débitos junto ao INSS cobrados sobre pagamentos a credenciados (pessoas físicas). Em contrapartida o PASBC só terá daqui para a frente prestadores de serviços que sejam pessoas jurídicas.

Itens discutidos no Comitê  para o redesenho do PASBC

1. Criação de uma Central de Atendimento (0800) com vistas a proporcionar aos beneficiários “Aconselhamento Médico” e “Remoção” em todas as praças em que o Banco Central está presente;

2. Realização de Convênio com a CASSI-BB para atendimentos nas cidades onde o PASBC não se faz presente. O Programa não pagará a taxa de administração (12%) que ficará a cargo do titular que fizer a opção pelo Convênio;

3. Compra de materiais para cirurgias (descartáveis, próteses, etc) através de “Pregão Eletrônico” objetivando maior controle e menor preço;

4. Definição de critérios para credenciamentos / enxugamento de rede, como forma de aperfeiçoar o sistema de controle de despesas do Programa;

5. Manutenção das atuais carências constantes do Regulamento do Programa;

6. Monitoramento de pacientes crônicos;

7. Estudos sobre o grave problema da inadimplência quanto aos “Adiantamentos”. Esse tipo de benefício pode ser extinto, com a possibilidade de que alguns itens que hoje estão sob essa forma passem a ser oferecidos como “auxílio”;

8. Recrutamento e treinamento, através de convite formal, para  servidores aposentados que, sem remuneração a qualquer título, desenvolver atividades no PASBC em Brasília e Administrações Regionais;

9. Possibilidade da Participação Pessoal Direta Limitada (PDL) vir a ser substituída por um sistema de franquia.

[[[[[]]]]]

BOCA PAULISTA Expresso

O boletim nº 6, que você estará recebendo hoje por e-mail, trata dos seguintes assuntos: PEC Paralela, Mobilização dos Servidores Públicos Federais, CAPs, Financiamento Imobiliário da CENTRUS – Ação judicial. Consulte!

Edições Anteriores RSS