Edição 0 - 05/04/2004

Boletim n. 373, de 05/04/04

A MOBILIZAۂO QUE FALTA

Na quinta-feira passada, 1§ de abril, das 14 …s 16 horas, na porta do Banco, realizamos ato p£blico de protesto contra o rateio do d‚ficit do PASBC e a favor da imediata abertura de negocia‡äes pelo acerto do PCS, com vistas ao realinhamento dos sal rios de forma a, pelo menos, recompor a infla‡Æo do per¡odo anterior.

Diferentemente da assembl‚ia de ter‡a, que decidiu pelo ato, com a presen‡a de mais de 120 colegas, desta vez menos da metade daquele n£mero compareceu, o que consideramos muito aqu‚m do razo vel. Mesmo assim, realizamos a manifesta‡Æo, colocando as questäes mais prementes relativas ao PASBC/FASPE e … campanha salarial, e abrindo para discussäes e encaminhamentos.

Durante a nossa manifesta‡Æo, ainda foi poss¡vel comparecer ao ato p£blico convocado por sindicatos do Judici rio, nossos vizinhos. Daro e Jos‚ Carlos, respectivamente Presidente e Diretor de Rela‡äes Externas do SINAL-SP, l  estiveram, representando os servidores do BC. O ato foi para denunciar as mentiras do governo Lula, a fal cia da mesa de negocia‡äes, o privilegiamento da questÆo fiscal em detrimento de uma pol¡tica de investimentos sociais.

NÆo podemosÿnos iludir, colegas. A situa‡Æo dos servidores do Banco Central ‚ cr¡tica! O novo PCS, principalmente para os mais antigos de Banco, nÆo resolveu o passivo das perdas salariais infligidas nesses anos todos de arrocho. Mesmo o atual sal rio de ingresso j  nÆo corresponde ao que se quer ver praticado em categorias similares, como com rela‡Æo ao pessoal do Fisco, por exemplo. Para agravar o problema salarial, eis agora mais esse rateio do PASBC/FASPE, a tirar o nosso sono.ÿ

Para muitos, nÆo apenas em SÆo Paulo como em outras regionais do BC, a discussÆo desses assuntos pode at‚ ser desagrad vel, inc“moda mesmo, o que nÆo exclui a necessidade de a categoria encar -la de frente, com pulso firme, sob pena de permanecermos nesse ostracismo e desvaloriza‡Æo em que nos colocou o atual governo, tanto ou mais ferozmente do que os que o antecederam.

Os fatos provam que aquelas categorias que se mobilizam sÆo as mais bem sucedidas em seus pleitos. Da¡ que conclamamos a categoria a, mais uma vez, sair dessa quase letargia em que nos encontramos para exigir o devido respeito, quer em rela‡Æo a um sal rio justo quer no que se refere ao nosso Plano de Sa£de,ÿqueÿsofre os efeitos da irresponsabilidade do Banco Central em sua gestÆo.

Assim, convocamos todos os colegas de SÆo Paulo a retomarem a luta, comparecendo … pr¢xima assembl‚ia, a ser realizada amanhÆ, ter‡a-feira, …s 14h.

ÿConselho Regional – SINAL/SP

ÿÿ


ÿASSEMBLIA AMANHÇ

TER€A-FEIRA, 06/04/04, ·S 14H

Pauta:

1. PASBC – rateio;

2. Campanha Salarial.

Sua presen‡a ‚ importante. Compare‡a!

ÿ


ÿNOTÖCIAS DE OUTRAS REGIONAIS

BRASÖLIA

Na £ltima assembl‚ia,ÿ ocorrida no dia 01/04/04, os presentes se posicionaram contra o pagamento do rateio do PASBC/FASPE. Tamb‚m decidiram nÆo aceitar a proposta do governo na Mesa Nacional de Negocia‡Æo, que exclui os servidores do Banco Central do reajuste dito "linear". Para resolver nossos problemas, ‚ necess ria a instala‡Æo urgente de uma mesa setorial espec¡fica.ÿÿ

RIO DE JANEIRO

Foi aprovada, por unanimidade, em assembl‚ia ocorrida no dia 02.04.04 (73 assinaram a lista de presen‡a), paralisa‡Æo de 24 horas no dia 14/04/04, a ser referendada no dia 13/04.

SALVADOR

Na pr¢xima assembl‚ia, pretende a dire‡Æo do SINAL em Salvador apresentar proposta de adesÆo ao movimento do Rio de Janeiro, com paralisa‡Æo de 24 horas prevista para o dia 14 de abril. No entender de um dos dirigentes, "nÆo h  outra sa¡da; ou lutamos pelos nossos direitos ou vamos aceitar as migalhas que nos sÆo atiradas eÿa penas que nos sÆo impostas".

BELO HORIZONTE

Na £ltima assembl‚ia, votaram os presentes pela necessidade de que o comitˆ do FASPE apresente os demonstrativos financeiros, para que todos saibam a real situa‡Æo do Plano. Foi aprovada sugestÆo de que o SINAL fa‡a um pedido administrativo, tanto ao Conselho Gestor, quanto … Diretoria do BC, dando 30 dias de prazo para a resposta, ap¢s o que, sendo negativa, o SINAL entre com uma a‡Æo judicial de presta‡Æo de contas.ÿFoi sugerido tamb‚m que o SINAL entre, urgentemente, com um mandado de seguran‡a para evitar o rateio at‚ que as partes se manifestem sobre o assunto.

RECIFE

ÿ Com a presen‡a de 32 servidores, a £ltima assembl‚ia foi de informes e discussäes sobre o PASBC/FASPEÿ eÿaÿ Campanha Salarial. Foi um in¡cio de mobiliza‡Æo, com avalia‡Æo de que oÿmovimento tende a crescer.

Edições Anteriores RSS