Edição 0 - 14/04/2004

Boletim n. 377, de 14/04/04

DEVAGAR QUASE PARANDO …

Apesar de facilmente percebida a indigna‡Æo do funcionalismo em rela‡Æo aos dois temas (PASBC e sal rios), seja na pr¢pria assembl‚ia de ontem (13/4), em SÆo Paulo, seja em recente pesquisa realizada por esse sindicato, seja nos freqentados corredores e copas, com a percep‡Æo de que a £nica maneira de se mudar o atual cen rio desolador em que se encontram os servidores desta Casa ‚ por meio de protestos, manifesta‡äes e at‚ greves, nossa assembl‚ia rejeitou a proposta de paralisa‡Æo parcial para hoje, a partir das 14h, pela retomada urgente da negocia‡Æo salarial e contra o rateio do PASBC. Entretanto, foi aprovado um indicativo de greve para o dia 30/4.

O recado foi claro: se o problema ‚ de todos, a luta tamb‚m. Ou seja, se o b“nus ser  de todos, um eventual “nus dever  ser tamb‚m. Afinal, tornou-se muito c“modo para uma parcela do funcionalismo ficar na torcida aguardando o ˆxito dos movimentos reivindicat¢rios e receber conjuntamente as conquistas.  vencer sem esfor‡o pr¢prio e, ao que parece, essa esp‚cie de covardia/deslealdade est  com os dias contados.

Neste momento, isso significar  a manuten‡Æo do reajuste de 0% (zero por cento) dos sal rios dos analistas e t‚cnicos (os procuradores fizeram a sua parte e obtiveram, com justi‡a, o seu reajuste, assim como outras categorias como, por exemplo, os t‚cnicos da Receita que estÆo quase se equiparando, em termos salariais, aos analistas do BC) e o nefasto rateio do d‚ficit do PASBC. Nefasto porque, al‚m de ileg¡timo e financeiramente insuport vel, talvez seja ilegal, servindo apenas para retardar o fim do nosso plano de sa£de. Sem aporte de recursos do BC, nÆo h  solu‡Æo.

Talvez ocorra uma ben‚fica conseqˆncia no m‚dio e longo prazo, ou seja, o estabelecimento, entre os servidores desta Casa, de um elo de solidariedade e um sentimento verdadeiro de categoria, de unidade, que possa tirar todos desta costumeira letargia baceniana. Mas, at‚ l , se ‚ que chegar  esse dia, resta-nos assistir …s conquistas alheias.

Em se mantendo esta letargia, ser  a oportunidade ideal para provarem as suas bravatas aqueles que insistem em afirmar que as conquistas da categoria – como o PCS do ano passado – nÆo sÆo frutos da nossa luta, mas de benesses concedidas pela Diretoria do BC.

Vamos aguardar?

Conselho Regional do SINAL-SP

……………

Not¡cias de outras regionais

RIO DE JANEIRO

Confirmando decisÆo de assembl‚ia, o pessoal do Rio de Janeiro encontra-se em greve, no dia de hoje. Segundo informa‡äes da dire‡Æo do SINAL local, o MECIR est  praticamente parado. Com rela‡Æo … DERJA, a adesÆo ao movimento est  por volta de 60% do quadro. H  previsÆo de se parar tamb‚m nos dias 19 (proposta do MECIR), 20 e 29 de abril.

CURITIBA

Na assembl‚ia realizada hoje de manhÆ, foi proposta uma nova assembl‚ia para a pr¢xima segunda-feira, dia 19 de abril, buscando avaliar melhor o movimento para deliberar sobre uma eventual paralisa‡Æo no pr¢ximo dia 20.

SALVADOR

Com a participa‡Æo de 26 pessoas, desde a manhÆ de hoje, est  sendo realizada uma assembl‚ia permanente, com divulga‡Æo de Press Release para a imprensa, dando conta das nossas principais reivindica‡äes.

BRASÖLIA

At‚ o fechamento desta edi‡Æo, cerca de 40 pessoas estavam em assembl‚ia em frente ao pr‚dio do Banco Central, com a participa‡Æo tamb‚m dos demaisÿ sindicatos, tratando da nossa campanha salarial e do PASBC, entre outros assuntos.

……………

– Plano Bresser –

umA BOA NOTÖCIA

A assessoria jur¡dica do SINAL informa que o Banco Central entrou com Agravo de Instrumento no TRF/DF tentando suspender a liminar contra a cobran‡a do Plano Bresser, e nÆo conseguiu. Foi publicada hoje no Di rio de Justi‡a da UniÆo a decisÆo negando efeito suspensivo ao recurso do Banco. Isso significa que a liminar dever  ser mantida at‚ o julgamento do m‚rito.

Edições Anteriores RSS