Edição 0 - 25/05/2007

SINAL-SP INFORMA nº 144, de 25.05 / Assembléia às 10h, dia 25.05 / Querem nos fazer de palhaços

 

 SINAL-SP INFORMA

São Paulo, 25 de maio de 2007 – nº 144

 

 

ASSEMBLÉIA NESTA SEXTA-FEIRA, 25/05, ÀS 10H        

Nesta sexta-feira, haverá assembléia às 10h, para deliberarmos os rumos do movimento.

Compareça e participe!

 

Apito Carioca, 25/05/07

QUEREM NOS FAZER DE PALHAÇOS

Caiu a máscara. Numa encenação de 3ª categoria, governo e direção do Bacen revelam sua falta de princípios.

Na noite de 4ª. Feira, o Secretário do MPOG, Sérgio Mendonça, em reunião com o Sinal e demais entidades sindicais, garantiu, em alto e bom som, que seria oferecido para os briosos companheiros da Polícia Federal, "o mesmo" que havia sido oferecido a nós, ou seja, "reajuste apenas em 2008".

Menos de 24 horas depois, somos surpreendidos com a notícia da concessão da 1ª parcela para a PF a ser paga em setembro de 2007 [leia a notícia no quadro abaixo]. Isso é que é ter palavra. Durante as negociações, esses senhores sempre afirmaram que não concederiam reajuste em 2007 a ninguém, que era posição de governo, no que sempre foram corroborados pelo nosso "eficientíssimo" Diretor de Administração.

Outra mentira deslavada desse governo é que todos os reajustes concedidos seriam encaminhados por projeto de lei. O acordo da PF prevê a elaboração imediata de uma Medida Provisória.

Mas uma coisa não podemos negar: quem tem padrinho não morre pagão. Ontem, pela manhã, reuniram-se os ministros da Justiça, Tarso Genro; do Planejamento, Paulo Bernardo, e o presidente Luís Inácio Lula da Silva, para discutir o reajuste da PF.

Enquanto isso, nós temos do nosso lado o "empenhado" Presidente Meirelles, que ainda deve estar aguardando o momento oportuno, e o "intrépido" Diretor Gustavo, que foi de grande valia ao assessorar o governo na questão do desconto dos dias parados. Quem tem amigos assim não precisa de inimigos.

E agora, Secretário Sérgio Mendonça? E agora, Meirelles e Gustavo? O que vão dizer? Qual a próxima encenação? Cadê a palavra empenhada?

De nossa parte, só nos resta dar ao fato a gravidade que ele merece, pois estamos há um mês em tratativas, comparecendo com seriedade às reuniões da Mesa, oferecendo alternativas e negociando todos os pontos possíveis. Mas de uma coisa eles podem ter certeza: há um ponto que nunca negociaremos – a nossa dignidade.

Hoje, nossos representantes procurarão o governo e o Diretor Gustavo e quem mais estiver envolvido nesse processo, para dizer que não aceitamos novamente ser tratados como "bobos da corte" e que exigimos tratamento igual à PF. Eles terão a autoridade e a cabeça erguida que a nossa paralisação lhes delega. Pena que o outro lado não possa se sentir assim.

Queremos tratamento igual. Reajuste em 2007 e nenhum desconto!

 

Governo apresenta proposta para pagamento do reajuste

Depois de uma reunião de mais de 5 horas, o governo chegou a uma proposta de pagamento da segunda parcela da recomposição salarial para os policiais federais. Conforme a tabela discutida com a Federação Nacional dos Policiais Federais e as demais entidades representativas de classe do DPF, o pagamento da primeira  parcela do reajuste acontece em setembro de 2007 e fevereiro de 2008. A previsão de pagamento da segunda, e menor parcela, ficaria para fevereiro de 2009. Durante a manhã, os ministros da Justiça, Tarso Genro; do Planejamento, Paulo Bernardo e o presidente Luís Inácio Lula da Silva estiveram reunidos para discutir o reajuste.

Desde o início da reunião o governo estabeleceu que não abriria mão de estender o pagamento do reajuste até 2009. Os policiais, por sua vez, trabalharam para que o primeiro pagamento acontecesse já em 2007 e fosse regulamentado através de uma Medida Provisória. Depois de muita discussão, o governo aceitou elaborar a MP fixando o pagamento do reajuste em setembro com um índice que varia entre 7,36% e 6,36%. Em fevereiro de 2008 os policiais recebem entre 13,49% e 11,66%. A última parte da recomposição ficaria entre 3,68% a 3,18% em fevereiro de 2009.

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Marcos Vinício Wink destaca que a proposta de pagamento da segunda parcela da recomposição será enviada aos sindicatos para que seja avaliada nas assembléias da categoria.

O vice-presidente da Fenapef, João Valderi de Souza também ressalta a importância da realização das Assembléias. "É importante que cada sindicato procure realizar as AGE's já nesta sexta-feira para avaliar a proposta de pagamento do reajuste", diz.

Fonte: FENAPEF

 

 

SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central

Rua Peixoto Gomide, 211 – São Paulo (SP) – Cep 01409-001

Tel/Fax: 3159-0252 / e-mail: sinalsp@sinal.org.br

 

Edições Anteriores RSS