Edição 0 - 18/01/2008

SINAL-SP INFORMA Nº 217, de 18/01/2008: AGN DE 22/01/2008 / REUNIÃO COM IVAN VALENTE

 SINAL-SP INFORMA

São Paulo, 18 de janeiro de 2008 – nº 217

 

   

 

 

ASSEMBLÉIA GERAL NACIONAL

Não se esqueçam! Todos estão convocados para AGN marcada para a próxima terça-feira, dia 22/01/2008, às 14h, no saguão do prédio do Banco Central.
Sua participação faz toda a diferença! 

Conselho Regional do Sinal-SP

 

 

 

Reunião com Dep. Ivan Valente

No firme propósito de buscar interlocução com parlamentares, os conselheiros do SINAL Eduardo Stalin Silva, Iso Sendacz e Paulo Lino Gonçalves estiveram reunidos, ontem, por mais de duas horas com o dep. Ivan Valente (PSOL/SP) e seu assessor parlamentar Marcelo Aguirre, para buscar a intervenção do deputado no assunto que mais preocupa, atualmente, o funcionalismo do BC, que é o descumprimento pelo governo do acordo salarial assinado em novembro/2007.

Na oportunidade entregou exemplares da revista Por Sinal e, principalmente, carta ao deputado, historiando os fatos relacionados a esta campanha salarial que insiste em não acabar.

O dep. Ivan Valente, sempre um dos primeiros a apoiar o SINAL em momentos de conflito com o governo, ouviu as explanações com a atenção costumeira, reconhecendo a gravidade do momento por que passa a categoria, dada a ameaça do corte da recomposição salarial pela qual ela vem lutando desde 2005.

Com plena convicção de que não é pela supressão dos acordos já assumidos com o funcionalismo público que a situação orçamentária se resolverá, ele sugere que o funcionalismo se mantenha paciente e aguarde o retorno dos trabalhos no Congresso, em fevereiro, quando se poderá , em conjunto com outros parlamentares que já conhecem a extensão do problema, atuar mais intensamente em favor da categoria, De qualquer modo, se dispôs a contatar, de imediato, o Ministério do Planejamento.

Acha importante, porém, que busquemos a união com as categorias na mesma situação a fim de aumentar as possibilidades de sucesso da causa em comum.

Ofereceu todo o seu apoio à causa e, como já era de se esperar, reafirmou que seu escritório em São Paulo e seu gabinete no Congresso continuam de portas abertas para receber o Sinal, sempre que se fizer necessário.

 

 

 

 

 

Saiu na Imprensa

 

AGÊNCIA BRASIL, de 18/01/2008

 

Servidores do BC farão manifestação amanhã por cumprimento de acordo salarial

Lourenço Melo – Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os servidores do Banco Central farão amanhã (17), na Praça dos Três Poderes, manifestação pública para exigir que o governo cumpra os acordos salariais fechados com a categoria no ano passado.

Nota divulgada pelo Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) informa que o Fórum de Advocacia da União participará do ato, a fim de reforçar sua posição ante "a ameaça do governo, após o fim da CPMF [Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras] de não cumprir os acordos salariais".

De acordo com o presidente do sindicato, David Falcão, os servidores do Banco Central e os advogados da União "são as duas categorias que já estão com seus reajustes atrasados, porque os acordos previam o pagamento nos meses de novembro e dezembro passados".

Ele lembrou que a categoria poderá decidir por greve se os compromissos firmados não forem cumpridos. E que desde a semana passada foram afixados cartazes e faixas em prédios públicos, com os dizeres "Lula e Meirelles: acordo salarial assinado é para ser cumprido".

A manifestação de amanhã prevê marcha que sairá do Palácio do Planalto e irá até o Ministério do Planejamento.

 

AGÊNCIA BRASIL, de 18/01/2008

  

Para associação, greve dos advogados públicos prejudicará população e obras do PAC

Tatiane Saraiva – Da Agência Brasil

Brasília – A greve dos advogados e procuradores da União, que começou hoje (17), prejudicará a população e terá impacto sobre obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), avalia o presidente da Associação Nacional dos Advogados da União (Anauni), José Wanderley Kozina.

Segundo Kozina, a população mais prejudicada será os que necessitam de defensores públicos (advogados custeados pelo Estado). Durante a paralisação, por tempo indeterminado, somente os casos prioritários, que representam cerca de 30% do total, serão atendidos.

Os advogados estão parados até que o governo cumpra com o acordo, que prevê reajuste salarial de 30% até 2009. Entre eles estão os advogados da União, procuradores da Fazenda Nacional, procuradores federais, procuradores do Banco Central e defensores públicos da União.

Para o presidente da Anauni, a suspensão dos reajustes por causa do corte de R$ 20 bilhões no orçamento é um erro. "O governo deve ter prejuízo superior a R$ 20 bilhões com a greve, por conta de uma posição intransigente", afirma.

Em relação aos empreendimentos do PAC, Kozina avalia que as obras com pendências judiciais sofrerão com a greve dos advogados. "Essas obras constantemente são questionadas na Justiça por causa de problemas ambientais ou conflito de interesse entre empresas privadas", explica. "Quem enfrenta as discussões judiciais e defende a União, nesses casos, é a advocacia pública."

A paralisação, destaca o presidente da Anaui, poderá afetar inclusive as obras de transposição do Rio São Francisco. "Foi a Advocacia-Geral da União, por meio de seus advogados, que conseguiu suspender as diversas ações judiciais que impediam o prosseguimento da obra", alega.

 

SINTRAJUD,  de 18/01/2008

 

Auditoria Cidadã: solidariedade aos servidores

 

Nota publicada pela Campanha Auditoria Cidadã (ligada a Rede Jubileu Sul), em solidariedade aos servidores públicos, aponta que no ano passado, mais uma vez o governo federal priorizou os gastos com juros e amortizações das dívidas interna e externa, em detrimento dos gastos sociais e com os servidores públicos.
De acordo com a nota, de janeiro até 2 de dezembro de 2007, enquanto gastou R$ 222 bilhões com o pagamento das dívidas, o governo gastou apenas R$ 112 bilhões com os servidores públicos.

"Todos os gastos com pessoal representam apenas a metade do que é destinado aos credores financeiros do Estado Brasileiro", afirma a Auditoria Cidadã.
Com o fima da CPMF, o governo quer passar a conta para os servidores. Já declarou que vai manter o superávit primário, entretanto, está rompendo o acordo de reajuste salarial já negociado com diversas categorias.

Para 2008, estão previstos R$ 248 bilhões para o pagamento dos juros e amortizações da dívida federal, enquanto apenas serão destinados R$ 48 bilhões para a saúde, R$ 26 bilhões para a educação e R$ 5 bilhões para Reforma Agrária. Os R$ 248 bilhões previstos para a dívida em 2008 representam mais de 6 vezes a arrecadação prevista da CPMF. Porém, o governo prefere cortar os gastos com servidores a cortar os gastos com a dívida.

Ao mesmo tempo em que controla a conta-gotas os gastos com os servidores, não há controle sobre os custos da atual política monetária e cambial exercida pelo Banco Central, que anualmente vem acumulando prejuízos crescentes, enquanto o setor financeiro privado contabiliza, no Brasil, os maiores lucros da história mundial. Apenas de janeiro a outubro de 2007, o prejuízo do Banco Central, decorrente dessa política econômica que privilegia os investidores privados, foi de R$ 58,5 bilhões, ou seja, o dobro da arrecadação da CPMF no mesmo período.

"Apresentamos nossa solidariedade às categorias de servidores que se encontram mobilizadas para defender seus justos salários e convidamos todas as entidades representantes dos servidores públicos a se juntarem à Campanha Auditoria Cidadã da Dívida, inserida na Rede Jubileu Sul Brasil, fortalecendo a luta pela disputa de recursos orçamentários em favor dos interesses do Estado brasileiro, seus servidores e da sociedade. Do outro lado estão os interesses predatórios de rentistas e especuladores", conclui a nota.

 

JBONLINE, de 18/01/2008

 

AGU parada

Pelo menos 6 mil dos 11 mil advogados da União estão de braços cruzados desde ontem, na grita por reajuste salarial e contra a ingerência política nas transferências interestaduais de colegas. A categoria vai pedir ao advogado-geral José Antonio Toffoli a investigação da influência do PMDB no órgão.

 

 

 

CLASSIFICADOS

Vendo Palio vinho 1.5 mpi, 1998, gasolina, 2 portas, vidros e travas elétricas, som, ar condicionado original, película, revisado, IPVA 2008 pago, R$ 13.000 (o preço pela tab. FIPE é de 14.450). Tratar com Patrícia pelos tels: (011) 3491-5908 / 7677-5112 / 3873-5330 ou pelo e-mail: patricia.alvim@bcb.gov.br

 

Vendo moto NXR 125 BROS 2004 KS HONDA azul, 125 cc, cross, bom estado de conservação, motor e documentos ok. R$ 4.000,00 + 14 prestações de R$ 105,00 ou R$ 5.400,00, à vista. Pago transferência do consórcio para o seu nome  Tratar com Carlos Alberto (11) 8988-8762 ou pelo e-mail: juridicosp@sinal.org.br

 

 

 

REDE CONVENIADA DE DESCONTOS

 

TURISMO:

 

CVC  Oferece aos seus filiados(as) e funcionários(as) um desconto de 5% (CINCO POR CENTO) sobre o valor líquido dos pacotes turísticos comercializados. Pacotes turísticos nacionais e internacionais, cruzeiros marítimos, revervas de hotéis, locação de veículos, translados e serviços receptivos. Exclusivamente na filial CVC do Shopping Frei Caneca, mediante a apresentação da carteirinha de filiação ao SINAL. Rua Frei Caneca, 569-2º piso – loja 311. Tel.: (11) 3472-2010

 

ITAMARATY TURISMO  – Oferece os seguintes descontos para nossos filiados:
Hotéis na rede nacional e internacional 10 à 50%;Hotéis fazenda e pousadas: a partir de 5%; Cruzeiros marítimos: de 5 à 6%; Excursões turísticas operadas pela Agência:

a partir de 10%; Passagens aéreas nacionais e internecionais: Locação de veículos: a partir de 10%; Seguro viagem nacional e internacional: a partir de 10%. Rua Florêncio de Abreu, 591 – 3° andar – Tel.: (011) 3105-1545

 

BTRAVEL TURISMO  Vendas Nacionais e  Internacionais Reserva e emissão de bilhetes aéreos Reserva de Hotéis Turismo Ecológico, Religioso, Educativo e Teiceira Idade Pacotes para lua de mel Pacotes aéreos Excursões aéreas e rodoviárias Cruzeiros Passes de trêm Seguros viagem City-tour By night Locação de veículos Fretamento de ônibus e sprinters Criação de roteiros personalizados, para clientes individuais, famílias ou grupos.   Tel.: (21) 2214-3202

 

[[]]

Ingressos de Cinema:

 

Unibanco Arteplex SP – Dispomos de convites pelo preço de R$ 9,00, com prazo de validade até 08/02/08. O convite deve ser trocado por ingresso na bilheteria dos cinemas, no Shopping Frei Caneca – Rua Frei Caneca. 569, 3º piso. Consulte aqui a programação.

 

Encomende seus convites por telefone, até às 16h.

 

 

SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central

Rua Peixoto Gomide, 211 – São Paulo (SP) – Cep 01409-001

Tel/Fax: 3159-0252 / e-mail: sinalsp@sinal.org.br

 

Edições Anteriores RSS