Edição 21 - 10/05/2011

INICIAMOS UMA NOVA ADMINISTRAÇÃO NO SINAL DF

Prezado Filiado e Servidor do Banco Central do Brasil
 
Iniciamos uma nova administração do Sinal DF.
 
Acreditamos que o que torna uma associação legítima é sua capacidade de representar o interesse da coletividade que motiva sua existência, por isto desejamos que você participasse, seja dando idéias, criticando, sugerindo mudanças ou estimulando. Não há motivo de representação sindical que não seja o representado, por isto você precisa estar presente. Ajude-nos a retomar este elo existencial, a criar mecanismos de comunicação entre filiados e entidade representativa. Contamos com você. Escreva para sinaldf@sinal.org.br.
 
Neste primeiro boletim, resolvemos por sugestão de Aparecida, funcionária do Sinal, inovar. Mudamos o nome para Sinal Aberto. Segundo Aparecida o nome anterior soava perigo, enquanto Sinal Aberto significa atento às demandas do filiado, aberto a novos rumos de atuação e ao futuro. Anderson, também nosso funcionário, fez o novo design, que a meu ver ficou muito bonito.
Publicamos a seguir a ata da primeira reunião de nosso Conselho Regional.
 
Clique aqui, se quiser ler algumas reflexões dessa presidência sobre algumas questões fundamentais para o Sinal DF e para o Sinal Nacional.
 
José Ricardo
Presidente
Sinal DF
CR 03/2011
 
ATA DA REUNIÃO DE TRABALHO DO CONSELHO REGIONAL DE BRASÍLIA – GESTÃO 2011/2013 – DO SINDICATO NACIONAL DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO CENTRAL – SINAL, REALIZADA NO DIA 05 DE MAIO DE 2011
 
Aos cinco dias do mês de maio de 2011, reuniu-se o Conselho Regional do Sinal/DF, com a presença dos conselheiros, Auriel Eleutério Marques Junior, Bruno Peres de Aguiar, Gregório Alberto Saiz Lopes, José Ricardo da Costa e Silva, Josina Maria de Oliveira e Max Meira. A seguir, assuntos tratados e respectivas deliberações:

  1. Advocacia. Manutenção do contrato de serviços jurídicos com a empresa Cidade Cidade Schmorantz Advogados Associados. Decidiu-se pela renovação do contrato e pela necessidade de que seja dada publicidade nesta ata a todos os servidores do Banco Central da assessoria jurídica oferecida por Este Sindicato aos filiados.  A assessoria presta orientações jurídicas ao Conselho Regional e aos filiados, não se restringindo às questões funcionais. O filiado deve ligar para o Sinal (3224 3417) para agendamento de consulta gratuita.
  1. Linhas de celular. Existe um contrato de 11 linhas de telefones celulares que permanecerá em vigor por mais 13 meses. O Conselho decidiu reavaliá-lo oportunamente objetivando diminuição de custos. Cada conselheiro regional fará uso de uma linha para uso exclusivo de assuntos do Sinal.
  2. Aposentadoria de funcionária. Funcionária que se aposentou, deixou de trabalhar há mais de um mês e quer pagamento de multa do FGTS. O Conselho decidiu averiguar a situação junto à assessoria jurídica, encaminhar oficio convocando a funcionária para voltar ao trabalho enquanto se define a situação, garantindo os direitos trabalhistas da funcionária.
  3. Caso dos pen drives de 2009. Compra de 1400 pen drives para serem distribuídos como brinde aos filiados com pagamento antecipado, porém sem o cumprimento da respectiva entrega.  O assunto foi levado à Justiça, que promoveu acordo, novamente não cumprido pela empresa. O Presidente comunicou o andamento de ação contra o fornecedor com disponibilização no site do Sinal-DF dos fatos ocorridos.
  4. Falha judicial.  Referente à ação, onde houve falha do escritório de advogado na verificação da inclusão de nome de requerente no pagamento. A administração anterior pediu explicações ao advogado e inclusão do referido nome na lista de pagamentos, mas escritório de advocacia não respondeu todos os questionamentos e alegou que a inclusão do nome dela no precatório interromperia o pagamento de todos os outros envolvidos. Foi informada a situação pelo Presidente e decidiu-se questionar mais uma vez o escritório de advocacia e buscar opinião da assessoria jurídica, para que seja tomada uma decisão.
  5. Desfiliações recentes. Desde a eleição, quatro pessoas pediram desfiliação do Sinal-DF no mês de abril. A diretoria pediu que o a Diretoria contatasse pessoalmente os desfiliados para conhecer suas motivações e para explicar-lhes as consequências de suas desfiliações sobre as suas ações judiciais.
  6. Mudança de banco. Foi informado pelo presidente que na administração anterior houve mudança de conta bancária do Sinal de uma instituição financeira para outra. Também foi informada a situação das aplicações financeiras deste sindicato. Decidiu-se pelo cancelamento dos cartões corporativos que estavam em posse do antigo Presidente e da secretária do Sinal e pela suspensão dessa modalidade de pagamento até reavaliação da conveniência da sua utilização. Quanto às aplicações financeiras das reservas, decidiu-se reavaliar o portfólio para buscar aplicações mais conservadoras, eliminando aplicações em fundo de ações. Além disso, deixou-se para outra oportunidade a avaliação dos serviços prestados pela atual instituição com vistas a eventual reversão da troca, manutenção ou busca por uma terceira.
  7. Assessoria parlamentar e sindical no âmbito regional. O presidente relatou que conversou com o ex-assessor e que – embora ele tenha informado ao presidente anterior, à administração que hora se inicia, aos usuários da Macro (foro de discussão de conselheiros do Sinal de todo o Brasil) e aos leitores do Blog do Sinal que sua contratação terminou no dia 29 de abril – não existe formalização por escrito da rescisão do contrato. Assim decidiu-se que será encaminhado ofício ao ex-assessor para formalização da finalização do contrato.
  8. Contratação de novo assessor no âmbito nacional. Diante do exposto pelo presidente da necessidade de uma assessoria para acompanhar os projetos de lei no Congresso, LDO, Ministérios de  interesse do filiado e da possível necessidade de se manter assessoria para articulação parlamentar, o Conselho entendeu que a matéria deveria ser decidida no âmbito do Sinal Nacional, sem ônus para o Sinal-DF. Os conselheiros concordam com o gasto, desde que seja no âmbito nacional, e entendem que a acumulação de cargo de Diretor de Relações Externas e de Presidente do Sinal-DF não justifica que esta secção regional arque com custos de uma pasta nacional. Desde já determina a defesa junto ao Conselho Nacional de processo seletivo com fim de contratação de assessor para articulação parlamentar, dentro da previsão orçamentária da pasta; e, paralelamente, de contratação, em caráter emergencial e temporário de assessoria até que o processo seletivo seja concluído.
  9. Patrocínio da Festa Junina do Banco Central. O Conselho considerou que a festa junina é uma ótima oportunidade de interação entre os funcionários e entre estes e seu Sindicato. Declinou, no entanto, da participação com cota Master de R$5.000,00 e decidiu pelo patrocínio com cota Gold no valor de R$ 3.000,00 com barraca para divulgação do Sindicato durante a festa.
  10. Posse do Sinal-DF. Decidiu-se por um evento de celebração da posse da nova diretoria do Sinal-DF nas dependências do Banco Central.
  11. Visita oficial. Decidiu-se fazer uma visita oficial à administração do Banco Central para iniciar o diálogo com vistas às reivindicações da categoria.
  12. Verba de Representação. Conforme compromisso de campanha, o Conselho decidiu pela suspensão e provisionamento em separado de pagamento de Verba de Representação até consulta eletrônica aos filiados; pelo amplo esclarecimento junto aos filiados de Brasilia; e pela abertura de debate sobre o tema. Por iniciativa própria, o Presidente Regional José Ricardo, também Diretor Nacional de Relações Externas, informou sua decisão de solicitar o mesmo procedimento com relação à verba de representação que tem direito junto ao Sinal Nacional.
  13. Medida de transparência. O Conselho decidiu divulgar os resultados contábeis do Sindicato mensalmente.

Não obstante manifestações diferentes sobre cada assunto, ao final das discussões, as deliberações se deram por unanimidade. Nada mais tendo sido tratado, foi encerrada a reunião e lavrada a presente ata que vai assinada por mim, JOSINA MARIA DE OLIVEIRA ________________________, Diretora Secretária e por JOSÉ RICARDO DA COSTA E SILVA ________________________, Presidente.
 
Brasília 05 de maio de 2011.

TELEFONE : 061-3224-3417

 

Edições Anteriores RSS