Assembléia Geral Nacional de Brasília delibera o estado de espera até o governo propor acordo com a Receita Federal.