Edição 92 - 23/5/2019

Categoria indica manutenção da luta contra redução salarial


Em Assembleia Geral Nacional (AGN) nesta quarta-feira, 22 de maio, servidores do BCB aprovaram indicativo do Sinal pela continuidade do enfrentamento à redução remuneratória. A AGN ocorreu concomitantemente a uma paralisação nacional, previamente aprovada pela categoria.

Mobilizações em Salvador, Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre e Fortaleza

Na próxima quinta-feira, 30 de maio, o corpo funcional promoverá nova paralisação, por duas horas, em protesto contra a elevação das contribuições previdenciárias – conforme previsto na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019, que versa sobre a reforma da Previdência – e o novo modelo contributivo do PASBC.

Durante a atividade em Brasília nesta quarta-feira, o presidente do Sindicato, Paulo Lino, destacou a necessidade de engajamento amplo. “Esta é uma luta de todos. Os ataques, internos e externos, afetam os mais variados segmentos das nossas carreiras. Precisamos agir em unidade, caso contrário, seremos facilmente vencidos”, alertou.

A luta continua!

Horários e locais de concentração durante a paralisação do dia 30 serão definidos regionalmente.

Edições Anteriores