Edição 2 - 03/01/2017

Fonacate aciona Comissão de Ética da Presidência contra secretário de Governo, Carlos Marun


O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) protocolou hoje, 3 de janeiro, representação na Comissão de Ética da Presidência da República contra o secretário de Governo, Carlos Marun. As entidades afiliadas ao Fórum exigem sanções ao Ministro devido à tentativa de condicionar a liberação de recursos da Caixa Econômica Federal, bem como de outros bancos públicos, a um apoio ostensivo à reforma da Previdência, o que configura evidente coação a deputados e governadores.

No documento, o Fonacate destaca que o governo atenta contra a soberania do Parlamento, “pois vem, acintosamente, forçando para que Congressistas não tenham a liberdade de suas consciências para votar”. Ressalta, também, o trabalho da base aliada na Casa para que que sejam punidos os deputados e senadores que se posicionam contra os projetos do Poder Executivo

A flagrante chantagem será alvo de denúncia, ainda, na Procuradoria-Geral da República, “para apuração na sede penal”.

Veja aqui a íntegra da Representação.

Governadores também reagem

Na última semana, governadores de estados do Nordeste já haviam se manifestado contra o comportamento de Marun. Em carta à Presidência da República, os gestores solicitaram que Michel Temer trabalhe junto aos seus ministros “a fim de coibir práticas inconstitucionais e criminosas”.

Na oportunidade, os governadores não descartaram a hipótese de processar judicialmente o secretário de Governo.

Edições Anteriores RSS