Edição 107 – 20/06/2018

No MPDG, Sinal reforça posicionamento sobre reestruturação da carreira


Em reunião com a equipe da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), nesta terça-feira, 19 de junho, o Sinal reforçou seu posicionamento a respeito dos pontos que vêm sendo discutidos acerca da reestruturação da carreira de Especialista do Banco Central do Brasil. Jordan Pereira, presidente, Rita Girão, diretora de QVT, e Epitácio Ribeiro, diretor de Relações Externas, participaram da agenda de diálogo, que também contou com representantes do Sintbacen.

O grupo tem por objetivo subsidiar a área técnica do MPDG, que segue analisando a proposta de reestruturação apresentada pela administração do BCB.

Na oportunidade, o Sinal entregou documento em que consolida seu entendimento sobre as mudanças necessárias à configuração e prerrogativas da carreira, conforme apontado à época do Grupo Consultivo (GC), instituído no âmbito da Autarquia. Relembre aqui.

O Banco Central, que estaria representado à mesa de diálogo, não participou do encontro, a pedido do próprio MPDG. Segundo o diretor de Relações de Trabalho no Serviço Público, Paulo Campolina, a ausência se deve ao fato de que ainda não há um parecer oficial da equipe técnica do Planejamento quanto ao projeto e que tão logo os pontos não convergentes entre a pasta e o BC sejam equacionados, será realizado novo encontro com a participação de todos os envolvidos.

Mais uma vez, o Sindicato pontuou a intenção de integrar os diversos espaços de debate do assunto e cobrou o andamento mais célere e melhor possível, com vistas à superação desta etapa de análise. “É preciso dar uma resposta tempestiva e adequada aos anseios da categoria, para que este projeto caminhe adiante”, afirmou Jordan Pereira. Campolina observou, em relação aos pontos levantados pelo Sinal, que a SGP levará às instâncias competentes e deve ter uma resposta ainda nas próximas semanas.

Diante do quadro de indefinições, é fundamental que o BC intensifique os trabalhos junto ao MPDG para que, vencidas as divergências, possamos empreender um diálogo amplo e levar à frente a necessária reestruturação da carreira de Especialista.

Edições Anteriores