Edição 0 - 25/03/2004

PROCURADORES DO BANCO CENTRAL PARALIZAM SUAS ATIVIDADES

Os procuradores do Banco Central, representados pela Associa‡Æo dos Procuradores do Banco Central – APBC, encontram-se em greve, participando da Mobiliza‡Æo Nacional em Defesa da Advocacia P£blica e da Defensoria P£blica da UniÆo, em conjunto com as demais entidades de classe da Advocacia P£blica Federal.

A pauta de reivindica‡äes abrange os seguintes pontos b sicos:

1 – InclusÆo da Advocacia e Defensoria P£blica na reforma do Poder Judici rio;

2 – Melhoria das condi‡äes estruturais de trabalho;

3 – Valoriza‡Æo das institui‡äes de representa‡Æo jur¡dica do Estado;

4 – Remunera‡Æo compat¡vel com o exerc¡cio de Fun‡Æo Essencial … Justi‡a;

5 – Paridade de vencimentos entre ativos e inativos.

O Sinal, vem, publicamente, manifestar o apoio … sua luta, que, … vista dos pontos b sicos acima citados, nÆo ‚ diferente daquela travada pelos demais servidores do Banco Central, ou seja, valoriza‡Æo profissional, melhoria das condi‡äes de trabalho, sal rio digno e paridade entre ativos e inativos.

Toda e qualquer luta dos servidores, empunhando as bandeiras acima, significa a assun‡Æo da condi‡Æo de trabalhador explorado pelo sistema. Qualquer que seja o resultado dessa luta, ela sempre significar  um diferencial, em termos de consciˆncia pol¡tica, de cidadania e de solidariedade entre as diversas categorias de servidores p£blicos. Da mesma forma, a vit¢ria de qualquer segmento dos servidores p£blicos, refletir  positivamente na luta dos demais.

Defendemos a unidade dos servidores do Banco Central.  na luta pelos nossos direitos que avan‡amos na nossa consciˆncia.

Edições Anteriores RSS