Edição 8 - 15/02/2006

O Rio pára hoje e amanhã: motivos para isso não faltam

Com a presença de aproximadamente 150 funcionários na assembléia, o Rio de Janeiro decidiu pela manutenção do indicativo de paralisação de 48 horas hoje e amanhã, em repúdio à demora do encaminhamento do Projeto de Lei ao Congresso.

Exige também a retirada do artigo 5º do Projeto de Lei, ainda na Casa Civil, antes de ele ir para o Congresso Nacional. Referido artigo não fez parte do acordo, e é o que trata da inclusão, no PL, dos sete cargos de livre nomeação pelo Presidente do BC.

Com esse entendimento, o Rio de Janeiro dá o prazo de até 20 de fevereiro para o encaminhamento do Projeto ao Congresso, e, em caso negativo, realizará assembléia no dia 21 com indicativo de greve por tempo indeterminado.

Foi também votado, no bojo dessa proposta – embora não seja uma questão sine qua non – que o Banco envide esforços no sentido de conseguir recursos para adiantamento dos 7,5% propostos pelo governo, e a serem pagos no início de março.

Edições Anteriores RSS