Edição 23 - 10/03/2006

RESULTADO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2005

No final do ano passado o SINAL promoveu a primeira pesquisa de satisfação com o funcionalismo. Participaram, atendendo ao nosso chamamento, 333 colegas.

O número ficou aquém da expectativa inicial de 600 questionários respondidos, mas, ainda assim, permitiu que se chegasse a conclusões com bom nível de segurança. O erro amostral em nível nacional foi de 5,3%, patamar considerado satisfatório para o tipo de pesquisa. Os resultados por regional devem ser analisados com reserva, pois o erro amostral é mais elevado.

De modo geral, a categoria avaliou positivamente o SINAL, mas abaixo do nível de excelência buscado. Obtivemos a nota consolidada de 6,87, longe dos 8,5 que indicam excelência.

As tabelas estão agrupadas por regional e as regionais de Belém, Fortaleza e Recife estão agrupadas em função do baixo número de respostas. Os resultados dessas regionais estão individualizados nos anexos (veja no nosso site).

Com a divulgação integral dos resultados da pesquisa, o Sindicato cumpre um dos compromissos assumidos quando a lançamos.

Estamos analisando as conclusões da pesquisa e formulando ações no sentido de aperfeiçoar nossa entidade.

Seguem a tabela demonstrativa do nível de satisfação geral do funcionalismo com o SINAL e as considerações finais da pesquisa.

Agradecemos aos colegas que colaboraram com sua participação. Convidamos todos a conferir os resultados no Portal SINAL – www.sinal.org.br – em Destaque, e colocamo-nos à disposição para esclarecer eventuais dúvidas.

TABELA 1 GERAL – SATISFAÇÃO GERAL

GRÁFICO 1– SATISFAÇÃO GERAL

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A satisfação geral em relação ao SINAL atingiu um percentual de 68,7%. Considerando 85% um grau de satisfação em patamar de excelência, há uma diferença considerável. Em relação às dimensões avaliadas, os melhores graus foram obtidos pelo atendimento dos funcionários do SINAL (77,1%), site (75,2%), revista Por Sinal (74,6%) e comunicação e informações (74%). Por outro lado, os graus com menor avaliação foram assembléias (61,9%), representatividade (66,7%) e serviços prestados (69,2%). Ressalta-se que as dimensões com menores avaliações também são as com maior impacto na satisfação geral, conforme análise dos betas (serviços 0,17; assembléias 0,23; representatividade 0,51).

Além disso, em relação a alguns agrupamentos, verifica-se, de forma geral, que a satisfação foi maior entre filiados e funcionários inativos. Em relação às regionais, a satisfação foi maior na do Rio de Janeiro (que é a que possui o maior número de funcionários inativos) e menor na de Brasília.

Portanto, serão necessárias várias ações do SINAL para melhorar o grau de satisfação geral alcançado, principalmente em relação à representatividade, assembléias e serviços prestados. Em relação a isso, as várias observações feitas pelos participantes da pesquisa ao final do questionário (um total de 56, também disponíveis no site, em anexo) atestam essa necessidade de melhoria e confirmam os resultados da fase qualitativa: de forma geral, existência de categoria dividida, necessidade de maior transparência das ações do Sindicato e de maior representatividade. Por outro lado, surgiram vários elogios quanto à preocupação do SINAL em querer conhecer a opinião dos funcionários do Bacen, através de pesquisa.

Edições Anteriores RSS