Edição 45 - 22/05/2006

O governo federal já pensa em editar uma MP, mas nada ainda foi garantido nesse sentido!

Conforme informações obtidas pelo SINAL-RJ ontem, o sr. Sérgio Mendonça, do MPOG, disse que o governo federal já pensa na possibilidade de editar uma Medida Provisória para o Banco Central. Com certeza o governo federal só agiu assim porque sentiu a força da nossa greve. Todavia, o sr. Sérgio Mendonça deixou bem claro que nada ainda está garantido em relação ao assunto.

O SINAL-RJ conclui que das duas uma: ou (1) isso foi apenas um "blefe" do governo federal para tentar desmobilizar a nossa greve ou (2) realmente o governo federal já percebeu que o Congresso Nacional está com a pauta tão travada que nenhum Projeto de Lei conseguiria ser aprovado até a data-limite de 30 de junho de 2006 e, logo, resolveu adotar o caminho da Medida Provisória (a solução mais adequada, diga-se de passagem).

Em qualquer das duas hipóteses acima, a resposta do funcionalismo do Rio de Janeiro só pode ser a manutenção da greve e o seu fortalecimento contínuo. Não podemos mais acreditar em apenas "promessas" e também não podemos aceitar o envio de um simples Projeto de Lei ao Congresso Nacional. Temos que exigir uma Medida Provisória para garantir a implementação imediata e integral das nossas conquistas.

Por fim, é imprescindível que os colegas que ainda não aderiram à greve mudem de posição e venham participar conosco

Portanto, a greve continua!
MP Já!

SINAL-RJ

. Quanto mais servidores estiverem paralisados, mais curta será a nossa greve. Quanto mais colegas aderirem ao movimento, mas rapidamente teremos a nossa Medida Provisória com o reajuste de 10%, com as melhorias no PASBC, com a nova tabela de comissões e com a modernização do cargo de Técnico.

Edições Anteriores RSS