Edição 24 - 12/04/2007

Greve começa forte e tendência é crescer mais ainda.

Governo tentou enrolar, mas "feitiço virou contra o feitiçeiro".

Belo Horizonte – Forte adesão com aproximadamente 100 funcionários se concentraram na porta do BC em BH.

Rio de Janeiro
– Aproximadamente 90 % de paralisação: greve muito forte. Mecir parado. Mais de 200 pessoas concentradas na porta do banco durante a assembléia de informes. Vários servidores atenderam ao apelo do SINAL, contribuindo para a compra de alimentos não perecíveis para o Instituto Nacional do Cancer. Foram doados cerca de 100 quilos de alimentos e fraldas geriátricas.

Brasília
– Grande assembléia com aproximadamente 500 pessoas no 2ºS do Edifício-Sede: movimento forte. Em assembléia conduzida pelo SINAL (Paulo Calovi), ante a proposta de "ratificação" da greve, os presentes resolveram dispensá-la, pois a greve já é uma realidade. Os representantes do SINAL percorreram o prédio. Nova assembléia hoje à tarde.

Curitiba
– O movimento está firme e em torno de 60% . Com 56 pessoas na lista de presença teve assembléia informativa sobre a reunião com o MPOG. O mote é o movimento ser forte pra conseguirmos nosso pleito. Assembleia informativa marcada pra hoje, 12/04, às 9h.

São Paulo
– Adesão ao movimento começou com um percentual de 58%.O MECIR ficou praticamente parado. Apenas uma pessoa faz conferência manual. As remessas de numerário entre regionais foram canceladas.

Porto Alegre
– Assembléia decidiu greve por 48 horas (ontem e hoje). Aproximadamente 50% do funcionalismo aderiram ao movimento.

Salvador
– Em Assembléia realizada ontem às 10 horas, com a participação de 25 funcionários, foram aprovadas as seguintes deliberações: a) Nova assembléia hoje às 10 horas. (aprovada por maioria). b) Encaminhar ao Conselho Nacional, para discussão nas demais Regionais, a proposta de mudança de estratégia de negociação passando a apresentar valores ao Governo. (aprovada por maioria). c) Os funcionários de Salvador aprovam como sua a proposta aprovada na Assembléia de Brasília assim definida: "que a recomposição salarial tenha como paradigma os salários praticados pela Receita Federal observados ainda os seguintes parâmetros: salário inicial para analistas R$ 10.155,32 e final R$ 13.382,27; salário inicial para técnicos de R$ 5.299,91 e final de R$ 6.974,84; as remunerações, tanto para técnicos como analistas, englobariam somente a GQ de 5%; gradiente constante entre as referências", sem GD. (aprovada por maioria) d) Que as novas negociações sejam feitas apenas com instancia superior a ocorrida notem, dia 10, ou seja, com o Presidente Meirelles e o Ministro Paulo Bernardes. (aprovada por maioria) Sinal Salvador

Recife
– Foi oferecido um café pela manhã e teve assembléia às 11:00hs – Ficaram paralisados na frente do BC – adesão boa. Assembleia hoje 11h – Presença da imprensa.

Edições Anteriores RSS