Edição 23 - 12/04/2007

Chinaglia defende reajuste de 82% para Lula

Líderes dos partidos apóaim equiparação do salário do presidente e de ministros ao subsídio dos parlamentares
(O Globo – 12/04/07 – Isabel Braga)

O presidente da Câmara,  Arlindo Chinaglia (PT-SP), defendeu ontem um reajuste de 82% no salário do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, hoje de R$ 8.900,00, para que sua remuneração seja equiparada aos vencimentos dos parlamentares. A proposta tem apoio de líderes de todos os partidos e foi defendida pó Chinaglia um dia depois de estar com Lula, no encontro dos prefeitos. Em reunião da Mesa Diretora, ontem, foi rejeitado o aumento da verba de gabinete de R$ 50.800 para R$ 65.100, mas foi confirmada a elaboração, de um projeto de correção, pela inflação, dos subsídios dos parlamentares de R$ 12.800 para R$ 16.200.

REFLITA SOBRE ISSO: SE NÃO AGIRMOS AGORA, FICAREMOS COM O MESMO SALÁRIO ATÉ 2.018

Funcionários do BC RIO doam alimentos ao INCA – Parceria SINAL/INCA e PQVT
Demonstrando elevado espírito público, os funcionários em greve entregaram ontem ao Instituto Nacional do Câncer, cerca de 100 kg de alimentos. Hoje, vários companheiros irão doar sangue

 

Edições Anteriores RSS