Edição 18 - 25/03/2008

Hoje tem Assembléia – 14h30min

Insensibilidade do Governo está merecendo uma resposta firme de nossa parte

Está comprovado o tratamento discriminatório que vem sendo dispensado à instituição Banco Central do Brasil e aos seus servidores (vd. tabela abaixo) . Em 2002, véspera do início do Governo Lula, o salário de final de carreira no BC era o segundo maior, superado apenas pela Polícia Federal, enquanto o salário de início de carreira era apenas o penúltimo entre as cinco categorias de ponta. Após quase um mandato e meio do atual Governo, ambos os salários no BC (inicial e final) são, de longe, os últimos entre as cinco carreiras comparadas, por força da concessão sistemática de aumento percentuais menores entre 2003/2009.

Nos contatos feitos pelo SINAL, é comum deputados e senadores mostrarem-se perplexos com a situação exposta pela citada tabela, sobretudo pelo fato – dizem eles – de ser a atuação do Banco Central um dos pilares de sustentação do atual Governo, responsável direta pela inflação sob controle e pela estabilidade econômica.

O Governo Lula tem a oportunidade de corrigir uma distorção histórica com uma das categorias de servidores mais importantes para o funcionamento do Estado brasileiro. Persistir no erro da nossa desvalorização levará certamente ao comprometimento futuro do Banco Central do Brasil, com todos os riscos inerentes para a economia e sociedade brasileiras.

O SINAL, a direção da Autarquia, sobretudo o Presidente Meirelles, e, em especial, o funcionalismo do BC, precisamos estar atentos e mobilizados para garantir um desenlace positivo. Temos um acordo assinado que não pode ser jogado fora. O Governo honra seus compromissos ou não?

Todos, portanto, à Assembléia Geral Nacional, nas dez capitais onde o BC tem representação, hoje, terça-feira, 25. É o nosso futuro, e do BC, que está em jogo. Chegou a hora de darmos uma resposta firme contra a discriminação que estamos sofrendo. Chegou a hora de organizarmos um calendário de ação.

Pela efetivação do acordo salarial
Equiparação com a Receita Federal
Remuneração sob a forma de subsídios

Assembléia Geral Nacional
(com as últimas informações sobre o nosso reajuste)

Hoje – 14h30min – Saguão da ADRJA

Edições Anteriores RSS