Edição 5 - 05/05/2008

Grande maioria dos chefes da Receita Federal pediu afastamento

  

Grande maioria dos chefes da Receita Federal pediu afastamento

UNAFISCO afirma que Governo não tem como proceder ao desconto dos dias em greve

 

Em entrevista concedida hoje pela manhã, Robson Canha, diretor da UNAFISCO (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal), informou que o Governo não tem como proceder ao desconto dos dias em greve, dos funcionários da Receita Federal.

 

O Diretor Robson esclareceu que a grande maioria dos chefes (cerca de 2/3 do total) de setor e de departamento da Receita Federal se encontram paralisados e entregaram os cargos em solidariedade ao movimento de valorização da carreira de auditor-fiscal, cuja greve já completou mais de 40 dias. Como esses chefes são os responsáveis pelo lançamento das faltas, não existiria instrumento administrativo com o registro do desconto dos dias, pois os relatórios sobre corte de pontos não foram produzidos.

 

A renúncia coletiva das chefias na Receita Federal ocorreu no mês de abril, durante o Dia Nacional de Entrega de Cargos, sendo que na Delegacia da Receita Federal, no Rio de Janeiro, não existe mais nenhum chefe da RF no exercício do cargo.

 

O SINAL-RJ torna pública a sua solidariedade aos funcionários da Receita Federal (chefias, auditores e analistas fiscais) na luta pela valorização de suas carreiras, movimento que se soma a luta de todos nós, pelo reconhecimento do real valor do funcionário público no Brasil.

Edições Anteriores RSS