Edição 25 - 26/08/2011

Obra da Gamboa Avança – Republicação a pedidos

Obra da Gamboa Avança – Republicação a pedidos

A pedidos, estamos publicando novamente o Apito Carioca Nº 23, de 5ª f., 25/08

 

Intranet divulga
avanço na obra da Gamboa


Segundo a matéria, os servidores do Mecir serão transferidos

 

Hoje, a página da Difis na Intranet comunica que, na quarta-feira, 24, foi concluída a concretagem da primeira laje do futuro prédio da Gamboa.  Segundo a nota, “As obras começaram há seis meses, estão adiantadas e têm previsão de término em maio de 2013. A construção em andamento propiciará que 200 servidores do Mecir sejam transferidos do prédio da Rio Branco, no Centro do Rio, para o novo edifício do BC”. (grifo nosso)

Como se percebe, os servidores do prédio da ADRJA não estão incluídos na transferência, o que nos parece uma decisão de bom senso, haja vista o bom estado de conservação do edifício da Av. Presidente Vargas e as melhorias recentemente ali implantadas.

O prédio do Mecir, ao contrário, encontra-se em péssimo estado, o que justifica as futuras instalações. Isso não altera, entretanto, a obrigatoriedade de a direção do BC esclarecer como será feita a transferência, prevista para maio de 2013, período em que a região portuária será um gigantesco canteiro de obras, ou seja, o novo prédio estará em meio ao caos.

Nesse sentido, seria absurdo, num cenário de restrição orçamentária – controle de gastos federais, inclusive com previsão de cortes na área social – , que o governo federal gaste dezenas de milhões de reais para aumentar quatro andares no prédio da Gamboa, conforme previsto informalmente, para transferir os servidores do prédio da ADRJA, que têm à sua disposição uma sede moderna e bem localizada, almejada por outros órgão federais.

De qualquer forma, por segurança, sugerimos aos servidores lotados na Presidente Vargas que guardem a matéria abaixo, caso haja alguma mudança de rumo mais à frente.

Lastimamos, porém, a perda da oportunidade de realizar a tão solicitada reunião com os responsáveis pelo projeto, que, apesar de terem vindo ao Rio, não se dispuseram a conversar com os servidores do prédio da ADRJA.

 

 

     (Matéria publicada na Intranet no Banco)

Concretada a primeira laje do novo prédio no Rio de Janeiro
(Última modificação: 25/08/2011 11:56)

 
Cerimônia na quarta-feira, 24/8, teve a presença dos chefes do Demap, do Mecir e do gerente regional da Adrja. Edifício do BC é a obra mais adiantada do Projeto Porto Maravilha.
 


 

Na última quarta-feira, 24/8, na Gamboa, no Rio de Janeiro, foi realizada a cerimônia de concretagem da primeira laje do novo prédio do Banco Central. Foi também a primeira laje do Projeto Porto Maravilha, que prevê a revitalização e a reurbanização de toda a Região Portuária da capital carioca.

Participaram da cerimônia o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (CDURP), Jorge Luiz de Souza Arraes, o gerente de Projetos Especiais da CDURP, Rogério Riscado, o chefe do Demap, Antonio Carlos Mendes, o chefe-adjunto do Demap Daniel Cardim Heller, o chefe do Mecir, João Sidney, e o gerente regional da Adrja, Felipe Beer.

As obras começaram há seis meses, estão adiantadas e têm previsão de término em maio de 2013.A construção em andamento propiciará que 200 servidores do Mecir sejam transferidos do prédio da Rio Branco, no Centro do Rio, para o novo edifício do BC.

A construção tem foco na sustentabilidade: todo o material retirado ou movimentado está sendo reciclado e transformado em aterro. O projeto é concebido para reutilizar água, tratar o esgoto e captar energia solar, com objetivo de alcançar a certificação Green Building (o selo verde de construção).

(Foto: Sérgio Manhães)
 

Edições Anteriores RSS