Edição 0 - 25/06/2003

Vamos fazer esse PCS andar !

Assembl‚ias decidem: BACEN vai parar amanhÆ, 26/06, em
protesto contra a indefini‡Æo do PCS.

Nosso PCS deu entrada no Minist‚rio do Planejamento (MOG) no
dia 13/06 e, at‚ o momento, continua l , sem aprova‡Æo.

Nas £ltimas horas fomos informados, por funcion rios do MOG,
que surgiram dificuldades para sua aprova‡Æo, tais como o seu valor total, a
pretendida altera‡Æo da Lei 8852/94 (que propiciaria a exclusÆo das fun‡äes
comissionadas do limite da glosa) e a redefini‡Æo de atribui‡äes das carreiras
em fun‡Æo da proposta de transposi‡Æo da carreira dos t‚cnicos para o n¡vel
superior.

Parece que o Minist‚rio do Planejamento nÆo est  ciente da
situa‡Æo emergencial por que passam o Banco Central e seus funcion rios. Uma
questÆo crucial como essa tem que ser tratada com urgˆncia, e politicamente, com
a interven‡Æo direta da Presidˆncia do BACEN junto ao MInistro Guido Mantega.

Est  claro que a alta dire‡Æo do BACEN nÆo tem demonstrado o
empenho necess rio para garantir, junto ao Executivo Federal, a integralidade do
nosso PCS.

NÆo podemos aceitar um tratamento lento e burocr tico num
assunto do qual depende a qualidade de vida de milhares de funcion rios.

Exigimos o fim do desmonte da Institui‡Æo e a valoriza‡Æo do
seu principal patrim“nio – o seu quadro funcional. NÆo nos esque‡amos que a
nossa mobiliza‡Æo inicial j  garantiu a libera‡Æo do PCS no Minist‚rio da
Fazenda.

AmanhÆ, 5a. feira, dia 26 de junho, o
funcionalismo do BACEN, no MECIR e na ADRJA, por unanimidade, decidiu parar em
protesto contra essa absurda demora e, nesse mesmo dia, uma delega‡Æo do SINAL
dever  ir ao Minist‚rio do Planejamento entregar uma carta-manifesto,
solicitando a imediata aprova‡Æo, sem altera‡äes, do PCS do Banco Central.

Com a nossa paralisa‡Æo, tamb‚m estaremos cobrando um
posicionamento firme do Presidente Meirelles e da DIRAD para "desatar os n¢s"
que amea‡am sua implanta‡Æo na ¡ntegra.

NÇO Dµ MAIS PARA ESPERAR. AMANHÇ, O BACEN VAI PARAR !!!
E ESTARµ TAMBM PARTICIPANDO DO ATO CONJUNTO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÒNCIA:
uma passeata que sair  da Candel ria, no mesmo dia, …s 17h.

Edições Anteriores RSS