Edição 117 - 21/08/2012

PROPOSTA DO MPOG É DESQUALIFICADA PELO PRÓPRIO GOVERNO


Índice não garante nem a previsão de inflação futura
O Governo demorou a negociar, de fato, com os servidores, pois somente nesta última semana apresentou sua proposta:

5% em janeiro de 2013, 2014 e 2015, índice que, segundo o próprio governo, cobriria as perdas desse período.

Entretanto, segundo a pesquisa Focus, do BCB, que eleva a projeção de inflação, as estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apontam 5,15% em 2012 e 5,50%, em 2013, isso num cenário de elevação de preços, o próprio Governo desqualificando a proposta do MPOG

Essa proposta é totalmente insuficiente pois joga no lixo a nossa perda salarial ocorrida de 2008 até julho/12, de 23,54%, sem contar a inflação até o final deste ano.

Como vemos, aceitá-la seria concordar com o abandono de nossas perdas salariais e cristalizar o arrocho.

Nesta 5ª. feira, 23, realizaremos uma AGN onde avaliaremos a proposta, já então, com o conhecimento do que foi oferecido a todas as demais carreiras. É fundamental que nessa AGN os nossos negociadores recebam um voto de confiança dos servidores para melhorar a oferta do Governo.

A reunião marcada com o Governo, a princípio, sábado pela manhã, poderá ser antecipada para sexta à noite.

De qualquer forma, o que for negociado será submetido a uma nova AGN a ser realizada no início da próxima semana.

O SINAL entende que existe margem de negociação, lembrando que, quando os professores recusaram a primeira proposta, dias depois o Governo apresentou uma segunda.

Até o final deste mês estaremos em negociação permanente e nessa 4ª. feira, 22, estaremos reunidos com o Presidente Tombini, a quem solicitaremos que faça valer os compromissos assumidos quando da última reunião conosco, no sentido de garantir junto ao Governo uma proposta digna de ser aceita pelos servidores.

 

Assembleia Geral Nacional
23.8 – 5ª. feira – 14h

 

 

Edições Anteriores RSS