Edição 27 - 08/04/2013

Programa de Atuação dos candidatos ao Conselho Fiscal

 

Reproduzimos abaixo Programa de Atuação enviado pelos 
candidatos ao Conselho Fiscal para as eleições do SINAL-RJ, 
biênio 2013/2015, esclarecendo que os mais votados 
serão os titulares do órgão.

 

 

Prezados colegas,

No próximo dia 11.4 haverá eleições para o Conselho Fiscal do SINAL-RJ. Assim peço o seu voto para a atual equipe, porque temos realizado um bom trabalho e há um perfeito entendimento entre nós.

Izalina, Leonardo e Andre

Eu, Leonardo Torres Burakowski, fui presidente nas últimas seis gestões,  sendo que duas últimas, acompanhado pelos conselheiros André Amorelli e Izalina Villela.

Há mais de vinte anos exerço este trabalho voluntário no SINAL-RJ, sempre com boas recomendações para aprimoramento do controle interno, da contabilidade e do patrimônio, que vem sendo discutidas e aceitas pelas Diretorias do SINAL no Rio de Janeiro.

Gratos,
André Amorelli Coelho
Izalina Vitória Villela
Leonardo Torres Burakowski

 

 

 

Ely Alberto Alves da Costa, 60 anos, é mineiro, aposentado. Formado em Contabilidade pela Faculdade Moraes Junior com Pós Graduação na FGV. Direito pela Faculdade Estácio de Sá com Pós Graduação em Processo Civil.
 

ExperiênciaFoi servidor do Banco Central por mais de três décadas. Passou pelos Departamentos Deorf (Remec), Decam (Decic) e Fiscalização (Desuc). Teve participação, como delegado eleito, na última AND realizada em Belém e Curitiba. Atualmente, atua como Advogado trabalhista.
 

Plataforma: Caso seja eleito vai trabalhar com a devida solidariedade no sentido de colocar sempre o interesse do sindicato e dos sindicalizados acima de tudo. Vai empenhar pela transparência necessária para garantir o conhecimento da realidade por parte dos sindicalizados.

 

 

 

Prezados colegas, 

Na última eleição da Asbac/RJ fui convidado a concorrer a uma vaga no Conselho Fiscal. No entanto, devido a compromissos profissionais fora do Rio de Janeiro não pude atender, na época, ao referido convite. 

Considerando que em 2007 fui apoiado pelo Sinal/Nacional para a vaga de conselheiro fiscal, RJU, da Centrus, onde exerci o cargo de presidente daquele Conselho no biênio 2007/2009 e que nas últimas duas AND, do Sinal (2011 e 2013), fui eleito como delegado nato, nas eleições do dia 11.04.2013 sou candidato a uma vaga de conselheiro fiscal do Sinal/RJ. A propósito, a seguir transcrevo o artigo do Estatuto do Sinal que elenca as funções de um conselheiro fiscal:

Art. 61 – Compete aos Conselhos Fiscais:

a)emitir parecer sobre as contas das Diretorias Executivas Nacional e Regionais, respectivamente;

b) apresentar, até o dia 31 de março de cada ano, aos Conselhos Nacional e  Regional, parecer sobre as    contas do Sindicato relativas ao exercício anterior e 

c) manter permanente fiscalização dos livros, registros e outros  documentos de escrituração, encaminhando às Diretorias Executivas Nacional e Regionais, quando julgar necessário, parecer a esse respeito.

Assim, peço o seu voto. 
José Ribamar Santos Barros
Contador/ CRC-RJ
Ex-auditor e ex-integrante do Conselho Fiscal da Centrus.

 

 

 

 

Edições Anteriores RSS