Edição 0 - 09/09/2003

Boletim n. 342, de 09/09/03

DESPRESTÖGIO OU DESRESPEITO? – A viagem do Diretor de Administra‡Æo ao Canad , durante a greve dos funcion rios, pode configurar mais do que uma atitude intempestiva, mas verdadeiro desrespeito … mobiliza‡Æo dos servidores. Outra interpreta‡Æo poss¡vel para tal atitude ‚ o reconhecimento da pr¢pria incapacidade em negociar com os minist‚rios e com os sindicatos. Que nÆo gozamos de prest¡gio algum perante o governo federal, j  estamos fartos de saber, haja vista o fato de estarmos negociando com funcion rios subalternos e nÆo diretamente com os ministros; o que nÆo t¡nhamos certeza ‚ que nÆo contamos sequer com o engajamento verdadeiro daquele que diz estar empenhado na defesa dos servidores, o pr¢prio Diretor de Administra‡Æo. Tudo isso tem como causa direta a atitude autista daqueles que simplesmente ignoram os apelos do Sindicato e a mobiliza‡Æo dos demais colegas. Assim, agem como oportunistas, e, numa atitude autof gica, sabotam a pr¢pria carreira. Nesse cen rio, s¢ nos resta contar com a minoria indignada atuando em defesa da Institui‡Æo e de seus servidores. At‚ quando vamos conviver com a nociva ina‡Æo desses oportunistas???? / Conselho Regional do Sinal/SP —————————————————————————————————————————— SAIU A TABELA DO PCS. “O MPOG acaba de liberar a divulga‡Æo da nova tabela do PCS do Banco Central. Conforme as expectativas iniciais, o sal rio inicial foi fortemente valorizado, mas as outras faixas da carreira tamb‚m foram beneficiadas com a equipara‡Æo … tabela da Receita Federal. Complementarmente, os trˆs ministros (Casa Civil, Fazenda e Planejamento), al‚m do Senador Mercadante, atendendo a um pedido do Presidente do Banco Central, se comprometeram a pleitear um encaminhamento de urgˆncia aos l¡deres do Congresso. A data base ser  Dezembro, mas h  um estudo para retroagir a Outubro, a partir do aproveitamento de saldos de arrecada‡Æo, assunto tamb‚m combinado entre os ministros”. Esse seria um texto ideal para lermos hoje. No entanto, infelizmente, nÆo ‚ verdadeiro. O que temos sÆo boatos: h  um ministro que ainda nÆo assinou; h  uma faixa que precisa ser recalculada: nÆo h  nada; a tabela est  quase saindo; ou seja: NÇO TEMOS NADA! O que fazer para termos algo, para que o processo evolua? Lembremos que o PCS das carreiras de GestÆo j  est  acordado, mas parou no Congresso! A LUTA  LONGA. Os comissionados estÆo preparando um manifesto por melhores condi‡äes de trabalho, inclusive salarial, abrindo uma brecha para poss¡veis paralisa‡äes. E o corpo de funcion rios do BC em SÆo Paulo? H  uma greve geral por tempo indeterminado decretada. Na £ltima quinta-feira, o n£mero de servidores paralisados estava na casa de 50%. Nessa semana voltou a diminuir. E cada um de n¢s? Qual a contribui‡Æo que faremos para a evolu‡Æo do processo? Ser  que d  para descarregar naqueles poucos que estÆo l  embaixo se expondo e ficarmos com o benef¡cio? Ser  que isso ‚ justo? Ou h  outras formas de manifestar nosso desagravo? Por que muitos de n¢s nÆo aderimos ao movimento: nÆo quer se “queimar”, tem medo, ou o supervisor reprime? est  atolado de trabalho? est  satisfeito? acha injusto ou ileg¡timo? acha que nÆo funciona, ou ‚ “filosoficamente” contra greves? acha que j  est  resolvido? s¢ vai se todos forem, ou um a mais nÆo faz diferen‡a? cansou do movimento ou nÆo gosta/nÆo concorda com o sindicato? prefere o comodismo ou a esperteza? ou nÆo tem opiniÆo formada? ou outras razäes? Seja qual for o motivo, cada um de n¢s que nÆo participa provoca um retardo do PCS. O PCS vai sair? Talvez sim, mas na qualidade do envolvimento dos servidores. Lembrem-se, at‚ os supervisores e gerentes estÆo se mobilizando. E os novatos, aqueles que serÆo os maiores beneficiados, serÆo tachados de “aproveitadores”?  isso que queremos para n¢s? / Texto de um funcion rio concursado em 2003 —————————————————————————————————————– CONVITE PARA SESSÇO DE VÖDEO NO BC-SP: TIRE SUAS DéVIDAS QUANTO · REFORMA DA PREVIDÒNCIA – O SINAL-SP convida os colegas, aposentados ou nÆo, para assistirem ao v¡deo da palestra sobre a Reforma da Previdˆncia proferida pelo advogado Dr. Maimoni, de Bras¡lia, com a participa‡Æo da colega Nilvanete Ferreira Goulart, representante do DEPES, no dia 28/08/03, no audit¢rio do Banco Central no Rio de Janeiro. A sessÆo de v¡deo ocorrer  no dia 19/09/03, sexta-feira, das 10h …s 12h, no audit¢rio do Banco Central em SÆo Paulo, localizado no 20§ andar. / Daro Marcos Piffer – Presidente Regional.

Edições Anteriores RSS