Edição 404 - 02/08/2004

Paralisação hoje a partir das 12h (Boletim nº 404)

PARALISAۂO HOJE

SEGUNDA-FEIRA

A PARTIR DAS 12H

(ASSEMBLIA ·S 12H)

Vamosÿ juntos preparar a

ÿ GREVE NACIONAL DE ADVERTÒNCIA

amanhÆ, dia 03/8/04 !

///// x \\

AMANHÇ  DIA DE ELEI€ÇO

Sim, amanhÆ ‚ dia de elei‡Æo. Vamos votar sim, vamos votar no nosso sal rio. Vamos dizer se estamos contentes com a retribui‡Æo que vem mensalmente em nossos espelhos, ou se desejamos aumento.

Quando entraram no Banco Central, alguns anos atr s, muitos "fraldinhas" acharam estranho que o pessoal daqui chamava o "holerith" de espelho, mas logo veio a explica‡Æo. A razÆo ‚ bastante simples, ele ‚ o reflexo do funcion rio, mostra o quanto valemos.

Assim, amanhÆ estaremos votando em n¢s mesmos. Estaremos votando se valemos aquele n£mero contido em nossos espelhos, ou se achamos que merecemos mais, quer por nosso esfor‡o, por nosso conhecimento, por nossa forma‡Æo, ou pela nossa experiˆncia.

NÆo ser  um voto f cil para quem acha que vale mais que seu espelho, nÆo ser  um simples "X" numa c‚dula eleitoral (para os saudosistas), ou apertar trˆs botäes em uma urna eletr“nica. Pode nÆo ser gratuito, pois muitos de n¢s ainda se lembram dos descontos em seus espelhos no ano que passou. Mas ‚ nosso direito, previsto constitucionalmente, e que podemos, ou nÆo, exercer.

Os nossos representantes na mesa de negocia‡Æo fizeram sua parte. Receberam muitas cr¡ticas e poucos elogios, se algum. Mas, dentro de suas limita‡äes e das que lhes foram impostas, deram o melhor de si nessa empreitada, e se nÆo conseguiram nada melhor at‚ agora, ‚ porque guardaram a melhor carta para a rodada final. Essa rodada ser  na quinta feira, mas a hora de mostrar a carta ‚ amanhÆ.

Esta carta, colega, somos n¢s. Sim, depende de n¢s, e apenas de n¢s, o que vai acontecer na quinta-feira. N¢s precisamos mostrar o quanto valemos se quisermos que nosso espelho reflita esse valor. Se nÆo mostrarmos, ‚ porque estamos contentes com a imagem que ele reflete.

Nenhum de n¢s viu um cartaz de "precisa-se de funcion rio" na porta do Banco Central, entrou e foi contratado. N¢s prestamos concurso. Fomos selecionados por nossos conhecimentos entre milhares de outros candidatos, conhecimentos que nÆo adquirimos de gra‡a, mas a custo de muito esfor‡o durante v rios anos de estudo. Pode-se contar nos dedos quantos de n¢s nunca viraram uma noite se preparando para uma prova ou fazendo um trabalho escolar.

Com certeza eram bons tempos, dos quais todos temos saudades. Mas tamb‚m foram tempos de esfor‡o e dedica‡Æo, que nos prepararam para enfrentar a vida profissional, e que nos possibilitaram chegar at‚ aqui.

NÆo ‚ poss¡vel que, por medo do desconto de um dia de trabalho, qualquer um de n¢s deixe de valorizar todos os anos de estudo que nos trouxeram at‚ aqui. Seria dizer que muitos anos valem menos que um dia. Seria renunciar … dignidade. Seria esperar o pr¢ximo carro parar no farol para pedir uma esmola.

Assim, amanhÆ vamos …s urnas. Devemos votar com consciˆncia, pois o que est  em jogo ‚ nÆo s¢ a nossa dignidade ou a do Banco Central do Brasil, mas tamb‚m a de nossas fam¡lias, os recursos que teremos para educar os nossos filhos e, principalmente, a imagem que lhes podemos imprimir, de lutadores ou derrotados. Mostre a todos, … sua fam¡lia, aos seus colegas, ao seu chefe, o quanto vocˆ vale.

NÆo deixe para depois. AmanhÆ ‚ a nossa £ltima chance de demonstrar que nÆo aceitamos esperar at‚ 2006 por um reajuste que ainda est  longe de atender nossas necessidades.

Estamos em um momento decisivo. Se nÆo demonstrarmos nossa for‡a amanhÆ, nada poderemos esperar da reuniÆo de negocia‡Æo marcada para o dia 5 de agosto, nem mesmo o agendamento de outra reuniÆo. Voltaremos … estaca zero, e teremos perdido todo o esfor‡o feito at‚ agora.

EntÆo, pense bem: QUANTO VOCÒ VALE?

Conselho Regional do SINAL-SP

Edições Anteriores RSS