Edição 1154 - 01/04/2021

WEBINAR – Autonomia do BC. E agora?

O Sinal promoveu esta semana o Webinar Autonomia do BC: e agora? com os ex-presidentes do BC, Gustavo Loyola e Arminio Fraga, o ex-deputado federal Mauro Benevides e o presidente do Sinal Nacional, Paulo Lino. Um debate de alto nível e excelência, com abertura da presidente do Sinal-DF, Andreia Medeiros, e mediação do jornalista Luís Humberto Carrijo.

Essa discussão foi idealizada pela regional do Sinal, mas muito bem executada pela Nacional que apoiou a ideia. O Sinal-DF agradece a todos os envolvidos, em especial Marden Marques e Mardônio Sarmento, nossos Conselheiros da sede em Brasília, ao Luís Tancredi, da nossa sede em Fortaleza, e o Samuel que muito se dedicaram para a realização deste evento.

O assunto é de extrema relevância para os servidores e era para ter sido realizado presencialmente antes da votação e debates, em 19 de março. Contudo, devido à pandemia, só foi possível ser feito nesta terça-feira, dia 30, de maneira online. A demora, no entanto, não tira o brilhantismo e a urgência do debate. Ainda há uma divergência de opiniões razoável sobre o tema e mais informações são essenciais para ser possível se posicionar e até rever posições.

É fundamental manter a discussão e fazer uma análise sobre qual o nível ideal de autonomia, dentro do espectro entre autonomia e independência, para Bancos Centrais, e qual a autonomia ou independência ideal para o caso específico do Banco Central do Brasil. Além disso, é fundamental saber qual foi o grau de autonomia realmente alcançado com a Lei recém aprovada e o que deve ser alterado na estrutura atual para atender aos novos objetivos do BC.

Qual é o ideal de Autonomia do Banco Central do Brasil? Essa pergunta ainda não é fácil de ser respondida, mas sabemos que os próximos passos a serem dados são na direção da preservação da qualidade da prestação dos serviços do Banco Central à sociedade, de seu nível da excelência e de seus servidores, frequentemente reconhecidos pelos dirigentes desta casa, em várias gestões, inclusive pelos ex-presidentes presentes no debate.

Não paremos por aqui. Essa discussão ainda é necessária e há ainda vários aspectos a serem abordados. Vamos juntos colaborar com a construção do “novo tempo” e do “novo Banco Central do Brasil”.

Andréia Medeiros
Presidente do Conselho Regional
Seção Regional Brasília

1.261 FILIADOS EM BRASÍLIA

Edições Anteriores
COMPARTILHAR
Matéria anterior
Matéria seguinteDEMONSTRE SEU APOIO À CHAPA NOVO SINAL