Edição 022 - 01/04/2021

DEMONSTRE SEU APOIO À CHAPA NOVO SINAL

Quem somos


Apoiadores da chapa NOVO SINAL, muito bom dia.

Estamos entrando na reta final da votação para o Conselho Regional e para o Conselho Fiscal Regional do SINAL RJ.

Desde que começamos a campanha, estamos progressivamente aumentando o número de adesões à chapa, principalmente pela ampla mobilização de nossos apoiadores, pela divulgação maciça de nosso programa e das propostas de nossa plataforma de trabalho.

Temos recebido inúmeras manifestações de apoio por todos os meios de comunicação (telefone, Facebook, e-mails, Whatsapp etc.) e a rede de contatos cresceu exponencialmente, de tal modo que podemos contar às centenas a quantidade de votos que deveremos obter no próximo dia 14 de abril.

Assim, quando estamos a pouco menos de duas semanas do pleito, chegou o momento de se apurar, concretamente, sem mistificações, com toda a clareza, quem de fato vai votar na NOVO SINAL e gostaria de deixar tal intenção explícita.

Assim, convido todos os nossos apoiadores a fazer breve visita ao site sinaldemudanca.com.br, clicar na aba “Fale Conosco”, imputar seus dados pessoais e deixar sua manifestação de apoio à NOVO SINAL ou registrar alguma dúvida, sugestão ou qualquer outro comentário.

Caso queira, você também poderá incluir uma mensagem e clicar em “Enviar”.

Lá também podem ser encontrados os canais de comunicação direta (e-mails e celulares com Whatsapp) das outras duas chapas que estão alinhadas em programa, propostas e propósitos com a NOVO SINAL, a saber:

– REPRESENTATIVIDADE E MODERNIZAÇÃO SINDICAL, de Brasília (DF) e

– MUDA SINAL!, de São Paulo (SP).

Chegou a hora de mostrar a nossa força e deixar gravado o apoio à NOVO SINAL!

Lembro ainda que a NOVO SINAL apoia o candidato NERINO ANTÔNIO DIONELLO PIOTTO para o Conselho Fiscal Regional do SINAL RJ.

Aproveito para lembrar, uma vez mais, a necessidade de atualizar seus dados no cadastro do SINAL, com a possível brevidade, para evitar atropelos e imprevistos de última hora e votar com tranquilidade em 14 de abril próximo.

Atenciosamente,

Paulo Cezar de A. Caldas
Organizador da chapa NOVO SINAL

Manifesto do Programa Unidade Nacional – Síntese

BRASÍLIA, RIO DE JANEIRO, SÃO PAULO


Aos Colegas do Banco Central,
Eleições Sinal – 20211. A esperança é possível nas adversidades. Vivemos as adversidades provocadas pelos governos, ao longo do tempo, em intermináveis reformas e decretos, e pela diretoria do BC, caracterizada pela indiferença às demandas do corpo de servidores.

2. Nesse contexto e com renovada esperança, as chapas Muda Sinal!-SP, Novo Sinal-RJ e Representatividade e Democratização Sindical-BSB, nestas eleições de 14/04/2021, propõem-se, de modo unitário e com compromisso pela unidade nacional, a renovar em profundidade a gestão política do Sinal.

3. A unidade nacional, primeiro propósito de gestão, se define pela integração dos filiados, via uma plataforma eletrônica, e se inicia pelo direito de falar e de propor, para todos e todas,  nacionalmente, direitos hoje inexistentes (hoje só o Conselho Nacional fala e propõe!), seguidos pelo direito de votar (já conquistado).

4. Reafirmamos o compromisso com uma gestão cuidadosa, transparente, ética, com prestações de contas mensais, e prontidão nas comunicações do sindicato, inclusive administrativas. Especial atenção será dada à gestão econômica e eficiente dos recursos financeiros do Sindicato, oriundos da contribuição mensal dos filiados.
5. São ainda ideias e valores do Programa Unidade Nacional: independências política, moral e intelectual e o inabalável compromisso com a Democracia, com práticas de horizontalidade, liberdade de expressão e de proposições nacionais.

6. As pessoas e os currículos dos candidatos são outra garantia oferecida aos filiados nestas eleições.

7. As estratégias de atuação do sindicato precisam ser variadas: mobilização, diplomacia, embasamento e tecnicidade dos argumentos, articulação com outras entidades sindicais afins, nos temas gerais dos servidores, construção de processos sindicais densos e consistentes, integração nacional dos filiados, legitimação das opiniões e ações do Sinal, que guiarão a nossa conduta de dirigentes.

8. A pauta de reivindicações será construção conjunta de todos e de todas. Desde já, temos compromisso de buscar: o pagamento dos 28,86%, a preservação e melhorias do PASBC tão fundamental, a defesa de todos os direitos (entre eles paridade e integralidade), os aperfeiçoamentos na Lei 179/21 (Autonomia do Banco Central), especialmente a proteção à carreira e a tipificação dela como Exclusiva de Estado, e a autonomia orçamentária para os gastos da administração, inclusive de pessoal. Outras reivindicações estão em nossa carta-programa detalhada. A conquista de um salário justo é obrigação sindical, e na primeira oportunidade conjuntural, traremos esse assunto à tona para nossas iniciativas de campanha.

Com a esperança firme de merecer o seu voto, pela certeza de que estamos a apresentar um programa de Unidade Nacional aderente ao Sinal de hoje, com impactos nos anos futuros, coragem e determinação de inovar e integrar ativos e aposentados, analistas e técnicos, antigos e novos, todos sem exceção, nacionalmente, em variadas estratégias, para que o Sinal contribua para a possibilidade do sucesso da nossa categoria.

Brasil, março de 2021

Muda Sinal! – São Paulo
Novo Sinal – Rio de Janeiro
Representatividade e Modernização Sindical – Brasília
Contatos:
sinaldemudanca.sp@gmail.com  – zap: (11) 98397-8612
sinaldemudanca.rj@gmail.com   – zap: (21) 99955-8802
sinaldemudanca.df@gmail.com  – zap: (61) 98427-0136

 

Programa Unidade Nacional

Carta-Programa – BRASÍLIA – RIO DE JANEIRO – SÃO PAULO

As reivindicações a serem defendidas pela gestão do Sinal, dentro do Programa Unidade Nacional, das chapas Muda Sinal!,  Novo Sinal e Representatividade e Modernização Sindical, serão, nos termos estatutários e de convicção, resultado das deliberações da AGN – Assembleia Geral Nacional. Desde já,  assumimos as reivindicações historicamente aprovadas pela categoria, com especial destaque para as seguintes:

Salário

A busca do salário justo é obrigação sindical e, na primeira oportunidade conjuntural, traremos esse assunto à tona para as nossas iniciativas de campanha, a qual terá encaminhamento próprio e articulado com outras entidades sindicais, conforme o contexto, em cada oportunidade.

Autonomia do Banco Central

Busca do aperfeiçoamento da autonomia do Banco Central, uma vez que, além de técnica, operacional, administrativa e financeira, deve haver também autonomia orçamentária para os gastos de administração e de execução financeira. A fonte de receitas poderá ser de recursos fiscais ou de receita própria, com nossa preferência pela segunda.

Incluir também na Lei de Autonomia as prerrogativas e proteções à carreira dos servidores do Banco Central.

Incluir a prerrogativa de o Presidente do Banco Central ter a iniciativa de lei para assuntos administrativos.

Direitos

Manutenção dos direitos, inclusive o da integralidade e da paridade entre ativos, inativos e pensionistas.

Pasbc

Revigoramento e aperfeiçoamento constante do PASBC como programa de saúde e como item da relação laboral.

Atuação integrada com o Comitê Gestor.

Previdência

Extinção (integral ou gradual) da contribuição previdenciária do aposentado.

Institucional – Trabalho

Intensificação do uso de formas modernas de maior produtividade, com ampliação do teletrabalho, adoção da jornada flexível de 7 horas e criação de espaços de entretenimento e lazer no próprio ambiente de trabalho.

Universalização, no corpo funcional, de políticas institucionais de promoção de QVT, com a participação ampla e efetiva do sindicato.

Ações Judiciais

Busca de soluções mais rápidas para as ações judiciais de interesse dos servidores, notadamente a relativa aos 28,86%, seja em âmbito administrativo ou judicial.

Internas ao Sindicato

Implementação de ações que tenham por objetivo estimular a ampliação do número de filiados, inclusive de pensionistas, para o que contribuirão as propostas de interação entre filiados dentro do Sinal, contidas neste Programa.

Aperfeiçoamento da política de divulgação das informações do sindicato, com uso de todas as ferramentas que possibilitem integração maior e comunicação mais ágil com os filiados.

Ampliação da oferta de oportunidades de aperfeiçoamento pessoal e profissional aos filiados, mediante celebração de convênios  com outras entidades, instituições, estabelecimentos comerciais etc., que seriam selecionados por meio de consultas aos servidores da ativa e aos aposentados, para avaliar demandas e interesses.

Disponibilização, aos filiados, dos serviços de Advocacia do sindicato, observada regulamentação específica.

Gerais

Há reivindicações apresentadas por diversos segmentos dos servidores, ainda não aprovadas pela categoria, que as chapas se comprometem a encaminhar para debate e votação na AGN, entre elas a questão do VPNI, o redirecionamento dos recursos de pagamento relativos aos servidores em diversas situações jurídicas, resultantes das reformas previdenciárias etc.

Outras demandas são pertinentes a ações judiciais (a exemplo da CENTRUS), as quais poderão ser de iniciativa do próprio Sindicato ou conduzidas por Advogado especificamente escolhido pelo SINAL.

Brasil, março de 2021

Representatividade e Modernização Sindical – Brasília

Novo Sinal – Rio de Janeiro

Muda Sinal! – São Paulo

PROPOSTAS PARA O PROGRAMA DA CHAPA

NOVO SINAL

– Defesa permanente dos direitos dos servidores, com vistas à contínua valorização da carreira, identificada como Exclusiva de Estado.

– Busca do aperfeiçoamento da autonomia do Banco Central, que, além de técnica, operacional, administrativa e financeira, deve ser também orçamentária e de execução financeira.

– Manutenção do direito à integralidade e à paridade entre ativos, inativos e pensionistas.

– Revigoração e aperfeiçoamento constante do PASBC como programa de saúde e como item da relação laboral.

– Extinção (integral ou gradual) da contribuição previdenciária do aposentado.

– Intensificação do uso de formas modernas de alcance de maior produtividade, com ampliação do teletrabalho, adoção de jornada flexível de 7 horas e criação de espaços de entretenimento e lazer no próprio ambiente de trabalho.

– Universalização, no corpo funcional, de políticas institucionais de promoção de QVT, com a participação ampla e efetiva do sindicato.

– Implementação de ações que tenham por objetivo estimular a ampliação do número de filiados, inclusive de pensionistas, para o que contribuirão as propostas de interação dentro do SINAL.

– Busca de soluções mais rápidas para as ações judiciais de interesse dos servidores, notadamente a relativa aos 28,86%, seja em âmbito administrativo ou judicial.

– Aperfeiçoamento da política de veiculação das informações do SINAL, com uso de ferramentas que possibilitem maior integração e comunicação mais ágil com os filiados, com o objetivo de mantê-los permanentemente atualizados com as atividades do sindicato, inclusive com a divulgação ampla de demonstrativo financeiro mensal.

– Ampliação da oferta de oportunidades de aprimoramento pessoal e profissional aos filiados, mediante celebração de convênios com entidades, instituições, estabelecimentos comerciais etc., que seriam selecionados por meio de consultas aos servidores da ativa e aos aposentados, para avaliar demandas e interesses.

 

ATENDIMENTO DO SINAL-RJ DURANTE A PANDEMIA

Presidente Regional: Sergio Belsito (21) 98124-1330

Convênios: Paulo Francisco (21) 99427-7121

Financeiro: Rose (21) 99725-4424

Jurídico: Erika (21) 98871-0505

Recepção: Jenilson (21) 98338-7621

Secretaria: Marcelly (21) 98303-4869

Edições Anteriores