TUDO COMO DANTES NO QUARTEL D’ABRANTES

    O “O Globo” publicou em janeiro, uma matéria mostrando fatos e acontecimentos que as ex-sequestradas das Farc’s, Consuelo González e Clara Rojas – isoladas na selva e afastadas do mundo – deixaram de presenciar no tempo em que estiveram confinadas. Consuelo, não viu, pela TV, as Torres Gêmeas em chamas, atentados que deram início à popularidade da Al-Qaeda e de Bin Laden. As duas não presenciaram a invasão do Iraque pelos EUA em 2003 e foram poupadas de assistir a tragédias internacionais, como os tsunamis de 2004.Entender a atual campanha eleitoral dos EUA também deve estar sendo um pouco difícil para elas: quando foram levadas, Hillary Clinton era uma recém-eleita senadora, mais conhecida por ter sido primeira-dama. Seu principal concorrente na disputa democrata, Barak Obama, era só um senador estadual de Illinois. Também saberão que duas mulheres, Michelle Bachelet e Cristina Kirchner, foram eleitas presidentes na América do Sul, da mesma forma que um ex-operário no Brasil; um descendente indígena na Bolívia e um aprendiz de ditador na Venezuela. No âmbito econômico, conviverão com a desvalorização do dólar, a valorização do euro, a “nova’ moeda internacional e com a enorme participação da China na economia mundial. No campo esportivo, elas não viram o Brasil vencer a Copa de 2002 e nem o Pan do Rio. No mundo tecnológico, terão que se ambientar com os sites de relacionamento, como o Orkut, com a internet pelo celular e com a nova forma de ouvir música, com o Ipod. Para se habituarem com a nova realidade elas podem assistir a alguns dos milhões de vídeos do Youtube. Contudo, depois das novidades, Consuelo González e Clara Rojas irão descobrir que muita coisa deste nosso mundo continua no mesmíssimo lugar.No campo político, Bush brinca de guerra, Fidel Castro, mais para lá do que para cá, dá as ordens ao irmão-presidente, Wladimir Putim, deixa a presidência da Rússia para mandar mais como primeiro-ministro e judeus e palestinos não param de trocar tiros.As injustiças sociais seguem crescentes. Os atentados com mortes se sucedem. A fome se alastra na África. As mulheres continuam subjugadas no Oriente. Os apartheid’s se disseminam pela Europa. Os bancos lucram bilhões. Os celulares só faltam falar. Bill Gates está cada dia mais rico.  Os barões da criminalidade e da sonegação continuam soltos. As máfias se alastram. No esporte, o “doping” corre solto, o futebol se distância da arte e da paixão, os EUA ainda dominam os jogos olímpicos e Myke Tyson consolidou seu lugar nas páginas policiais.Constatarão que Madonna ainda é notícia, Britney Spears vive de escândalos, Michael Jackson está cada vez mais esquisito e Mick Jagger continua comendo e tomando todas e de tudo.Devidamente atualizadas, gostaria de lhes perguntar sobre o que mais as impressionaram na volta dessa forçada ausência: se a velocidade com que aconteceram as mudanças ou se no “frigir dos ovos”, consideram que “tudo continua como dantes no quartel d’Abrantes?”.   

    COMPARTILHAR
    Matéria anteriorGREVE PELOS DEVERES
    Matéria seguintePEDIDOS PARA 2009