Edição 127 – 17/7/2019

Celetistas reintegrados: Sinal pleiteia solução ao Ministério da Economia


Em ofício encaminhado ao diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público, do Ministério da Economia, Cleber Izzo, nesta quarta-feira, 17 de julho, o Sinal reclama a retomada e conclusão do processo que minimiza a deplorável situação de abandono em que se encontram os celetistas reintegrados ao BCB entre 1998 e 2005.

No documento, o Sindicato destaca os pleitos por recomposição remuneratória, visto que os funcionários têm salários congelados desde sua recondução aos quadros da Autarquia. O requerimento, ainda, relata as tratativas acerca da demanda, que já se arrastam por quase uma década e encontram-se estagnadas desde o fim do último governo.

Além de chamar a atenção do Ministério da Economia, o Sindicato salienta a necessidade de um envolvimento maior por parte do BCB, de modo a sanar este problema sob os melhores termos e o mais breve possível.

 “O Sinal entende que há uma necessidade premente de que todas as partes envolvidas neste processo unam seus esforços para, definitivamente, dar o devido encaminhamento a uma questão que, mais do que justa e legal, é, principalmente, humanitária”, afirma o ofício.

Edições Anteriores