Edição 16 - 28/1/2019

Eleições do Sinal serão no próximo dia 11 de abril; veja o Edital de Convocação com o calendário eleitoral


Em um momento de extrema gravidade, com a posse de um novo Presidente da República e todas as consequências que isto traz, de ataques falaciosos e mal intencionados que buscam criar uma revolta social contra o que é chamado de “privilégios do setor público”, da ameaça de mais uma reforma na Previdência, o Sinal, única entidade reconhecida legalmente para defender os interesses e direitos dos servidores do Banco Central perante o governo, apresenta o seu calendário eleitoral para o biênio 2019/2021.

Vivemos um período de ofensiva ideológica conservadora, que, para alcançar seus objetivos, procura mistificar os trabalhadores assalariados com falsas verdades, de forma a facilitar a aceitação da redução de seus direitos e desestimular a luta por seus interesses. Para tanto, necessitam desvalorizar e, quem sabe, destruir os sindicatos, impondo sobre esses um clima tal de insegurança, que não permita sua histórica luta em defesa dos seus representados.

Exatamente neste mês, que consagramos a última parcela do reajuste proveniente da vitoriosa campanha de 2015, em que o Sinal logrou êxito na obtenção de um acordo mais vantajoso que a proposta inicial, que lutou para a manutenção deste direito ante inúmeras tentativas do governo de malograr o reajuste, vivenciamos tentativas de desqualificação que poderão pôr em risco a busca pela abertura de negociação salarial, que ganha em importância quando o que já temos de concreto é a proposição de redução de nossos vencimentos, por conta da majoração abusiva nas contribuições do PASBC.

Além disso, é preciso continuar com a luta pelo fim das assimetrias salariais, pela modernização da carreira de Especialista, pelas garantias individuais que permitam o servidor exercer plenamente suas atribuições, ameaçadas nos projetos que tratam do fim da estabilidade no serviço público.

A busca por melhoria na qualidade de vida, nas relações de trabalho, na gestão dos recursos humanos ou nos salários, não encontra êxito em categorias divididas e não participativas, que se transformam em campo fértil para as ardilosas construções do empregador.

Está na hora de você, filiado, decidir quem serão seus representantes pelo próximo biênio e estarão na linha de frente destas e de outras lutas.

Candidate-se, vote, acompanhe. É hora de, mais uma vez, sermos os protagonistas da nossa própria história, fazendo mais forte nossa representação sindical.

Acesse aqui o Edital de Convocação e fique por dentro do calendário.

Edições Anteriores