Edição 196 – 6/11/2019

Frente Parlamentar do Serviço Público debate pacote econômico


Em reunião nesta terça-feira, 5 de novembro, a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público deu início à análise das medidas econômicas que o governo encaminhou ao Congresso. Os trabalhos foram conduzidos pela senadora Zenaide Maia (PROS/RN) e pelos deputados Danilo Cabral (PSB/PE) e Elvino Bohn Gass (PT/RS). O presidente, Paulo Lino, e o diretor de Relações Externas do Sinal, Francisco Tancredi, participaram da atividade.

Chamado de “Mais Brasil”, o pacote de matérias conta com três Propostas de Emenda à Constituição, entre elas a PEC Emergencial (186/2019), que permite, por exemplo, a redução compulsória de jornada de trabalho, com redução salarial. Discussões, também, acerca da reforma administrativa, que deverá ser apresentada na próxima semana e faz parte do projeto de ajuste do governo federal.

“Como oferecer saúde, educação e segurança pública sem servidores? Temos que mostrar que menos servidores é menos direito”, observou a senadora Zenaide Maia, chamando a atenção das representações sindicais para a importância da adoção de um discurso coeso, com foco no cidadão brasileiro.

Na mesma linha, Danilo Cabral completou: “Vamos analisar os detalhes do texto para mostrar à sociedade o impacto que essas medidas representam para o interesse público”.

A Frente volta a se reunir na terça-feira, 12 de novembro, para dar continuidade à avaliação e traçar um plano de ação no Parlamento.

Edições Anteriores