Edição 70 - 09/08/2004

GREVE NO BACEN EXPLODE EM TODO PAÍS

GREVE NO BACEN EXPLODE EM TODO PAÖS

Intransigˆncia do Governo e
omissÆo da Diretoria empurram funcionalismo para a greve.

Na £ltima sexta-feira, nas assembl‚ias que foram realizadas
nas principais regionais, surgiu um sentimento unƒnime, de forma espontƒnea,
revelando o grau de esgotamento e revolta do funcionalismo, para com a rid¡cula
proposta Governamental.

N¢s negociamos sal rios e eles nos ofereceram migalhas. A
greve, que hoje ‚ not¡cia em toda a imprensa, ‚ a rea‡Æo natural do
funcionalismo … falta de sensibilidade do Governo e … omissÆo de Meirelles e sua
diretoria. A reuniÆo da Mesa ainda nÆo foi confirmada.

Rio de Janeiro – A adesÆo ‚ majorit ria. Setores
essenciais em regime de contingˆncia. No Mecir, o COFRE est  fechado, nÆo
havendo circula‡Æo de dinheiro.

Bras¡lia –
A greve est  forte. 200
funcion rios concentrados na porta. Cada vez chega mais gente; …s 11.30h vÆo
percorrer o pr‚dio para contarem quem est  trabalhando. O Mecir nÆo est 
funcionando.

Porto Alegre –
Tem cerca de 30 pessoas na porta.
Boa adesÆo.

SÆo Paulo –
Bastante gente na porta, inclusive
pessoas que nunca participaram das greves. ·s 10h tem reuniÆo dos comissionados.
Boa parte da fiscaliza‡Æo aderiu ao movimento.

Salvador – 70% do funcionalismo est  parado e parte do
Mecir parado.

Belo Horizonte
– Em greve. Agora pela manhÆ ser  feito um arrastÆo.

Curitiba – Aprovou hoje greve por tempo indeterminado –
42 votos favor veis – 4 absten‡äes – 2 votos contr rios.

Recife – Aprovou hoje greve por tempo indeterminado, 72 a
favor – 3 contra e 4 absten‡äes.

ASSEMBLIA ·S 14 HORAS, NO SAGUÇO DA ADRJA

A nossa greve na Imprensa:

Funcion rios do Banco Central entram em greve
– Globo Online 9/8/2004

SÇO PAULO – Os funcion rios do Banco Central
entram em greve por tempo indeterminado, em todo pa¡s, a partir desta
segunda-feira. A informa‡Æo ‚ do Sindicato Nacional dos Funcion rios do Banco
Central (Sinal).

Os banc rios decidiram entrar em greve em assembl‚ias realizadas na sexta-feira,
nas nove unidades regionais e em Bras¡lia. A categoria, que reivindica reajuste
salarial de 22%, rejeitou a proposta apresentada pelo governo de aumentos
escalonados at‚ outubro de 2005. Segundo o sindicato, os 4.600 funcion rios
devem participar do movimento.

Greve no Banco Central a partir de segunda
Correio Web 9/8/2004

Os servidores do Banco Central entram em greve por tempo
indeterminado a partir de hoje. Em assembl‚ias realizadas na £ltima sexta-feira,
os trabalhadores decidiram paralisar as atividades por nÆo aceitarem a proposta
do governo. At‚ ontem cinco dos 10 estados em que h  unidades do Banco Central,
al‚m do Distrito Federal, haviam decidido pela greve. O que corresponde a cerca
de 85% dos 4,6 mil trabalhadores da ativa, segundo o presidente do Sindicato
Nacional dos Servidores do Banco Central em Bras¡lia (Sinal), Paulo de Tarso
Calovi. S¢ no Distrito Federal sÆo 2,2 mil funcion rios.

A proposta do governo ‚ dividir em quatro vezes o reajuste de
22%, sendo a primeira parcela paga em outubro deste ano, a segunda e a terceira
em mar‡o e em agosto do ano que vem, e a £ltima em outubro de 2005. Os
servidores cobravam do governo o pagamento da primeira parcela em agosto deste
ano e a segunda em janeiro de 2005. Agora decidiram radicalizar e querem que o
governo pague o reajuste retroativo a abril deste ano. O aumento representar  um
impacto or‡ament rio de R$ 165 milhäes por ano.

A amea‡a de greve se estende h  quase quatro meses. No dia 29
de abril os funcion rios do Banco Central fizeram uma manifesta‡Æo em frente ao
Minist‚rio da Fazenda. Eles estÆo inclu¡dos no grupo de 200 mil servidores que
ficariam sem reajuste em 2004 – o Minist‚rio do Planejamento sustenta que eles
foram beneficiados com reestrutura‡äes de carreira em 2003.


Funcion rios do BC entram em greve na segunda-feira – Jornal do
Com‚rcio do Rio – 7/8/2004

Servidores reivindicam reajuste m‚dio de 64%

Em campanha por aumento de sal rio, os funcion rios do Banco
Central decidiram entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir da
segunda-feira. A decisÆo foi aprovada em assembl‚ia realizada ontem na entrada
do edif¡cio-sede do BC, em Bras¡lia. "Consideramos que o Governo foi inflex¡vel
na apresenta‡Æo da tabela de reajuste salarial, que ‚ insuficiente par atender,
minimamente, a pauta de reivindica‡äes", afirmou o diretor de Comunica‡Æo do
Sindicato Nacional dos T‚cnicos do Banco Central (Sintbacen), Enildo Amaral.

Segundo os dirigentes sindicais, a greve nÆo ficar  restrita
aos servidores do BC que trabalham na sede, em Bras¡lia. "SÆo Paulo, Rio de
Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador tamb‚m j  decidiram pela greve por
tempo indeterminado a partir de segunda-feira", disse o presidente do Sindicato
Nacional dos Funcion rios do Banco Central (Sinal) no Distrito Federal, Paulo de
Tarso Calovi. As unidades de Fortaleza, Recife e Bel‚m ainda nÆo tomaram uma
decisÆo, mas a expectativa de Calovi ‚ de adesÆo total ao movimento.

BC p ra por tempo indeterminado – O Dia – 7/8/2004

Funcion rios do Banco Central entram em greve por tempo
indeterminado a partir de segunda-feira. Ao todo sÆo 4.600 empregados … espera
de um reajuste salarial. A decisÆo foi tomada ontem em assembl‚ias feitas nas
nove unidades regionais, e em Bras¡lia. A categoria decidiu parar depois de ter
rejeitado a proposta do Governo que estabelecia um reajuste escalonado at‚
outubro de 2005. O Minist‚rio do Planejamento pretendia conceder um aumento de
22%, mas, este ano, s¢ seriam aplicados 4%. O restante viria em parcelas no ano
que vem. No in¡cio das negocia‡äes os funcion rios do BC se juntaram aos
servidores do ciclo de gestÆo por um s¢ acordo. No decorrer do processo, eles se
separaram. Por fim, os servidores da gestÆo j  se acertaram com o Governo.

Edições Anteriores RSS