Edição 85 - 11/08/2006

MP 295: conversa com o Ministro Paulo Bernardo

O Presidente do SINAL teve uma conversa com o Ministro Paulo Bernardo na última quinta-feira (09/08), sobre a MP 295.

O diálogo se deu em duas partes: primeiro falou-se sobre os riscos de sua tramitação e, depois, sobre o desequilíbrio das nossas tabelas salariais em relação às de outras carreiras.

Sobre a tramitação: o Ministro admitiu os riscos de a MP “cair”. Isso se deveria a dois fatores: ao baixo comparecimento de parlamentares no Congresso e à oposição, que tem procurado dificultar as iniciativas do Executivo, alegando sua condição “eleitoreira”.

Afirmou também que deveríamos buscar fazer uma articulação com o ANDES e adiantou que vai conversar com a ANDIF para se mobilizar também. Essa Associação seria a que congrega os reitores das universidades federais.

Sobre as nossas tabelas salariais: disse que o Diretor Fleury já conversou com ele. Paulo Bernardo reconhece a diferença entre as tabelas e informou adicionalmente que já pediu a Sérgio Mendonça uma solução para esse impasse. Como o Secretário de Recursos Humanos do MPOG, também descartou alteração na MP 295 neste momento. O Presidente do SINAL comentou sobre uma conversa anterior do Sindicato com o Presidente Meirelles tratando do assunto, e Paulo Bernardo disse que se torna mais fácil a busca de uma solução, se contarmos com o envolvimento do Ministro Meirelles.

Informamos também ao funcionalismo que, no dia 8, véspera desse encontro com o Ministro do Planejamento, houve uma reunião no ministério da fazenda entre Bernardo Apy, Sérgio Mendonça e Antônio Fleury. Na próxima semana, estarão reunidos novamente, sobre a questão das nossas tabelas salariais.

Na próxima terça-feira, 15/08, voltaremos a nos reunir com as entidades que compõem a CNESF, com vistas a tratar, dentre outros assuntos, da mobilização nacional conjunta pela aprovação das MPs. Essa mobilização prevê um calendário especialmente voltado para o próximo esforço concentrado do Congresso, marcado para os dias 4, 5 e 6 de setembro.

Resumindo as últimas iniciativas do SINAL pela MP 295, elencamos:

  1. reunião com a Dirad, onde mostramos as diferenças salariais em relação às outras categorias;

  2. reunião com o Presidente Meirelles solicitando-lhe empenho pessoal com respeito à recomposição do equilíbrio salarial do funcionalismo do BC em relação às carreiras congêneres;

  3. convite a entidades sindicais para uma mobilização pela MP 295/06;

  4. reunião com a CNESF em 08/08.

Edições Anteriores RSS