Edição 83 - 04/09/2006

MP 295/2006: últimas notícias!

A palestra com Sérgio Mendonça e Antônio Fleury, durante a XXI AND

O Sr. Sérgio Mendonça, secretário de Recursos Humanos do MPOG, informou que a Medida Provisória 295/2006 corre sério risco de não ser aprovada por falta de quórum e de acordo entre os líderes, mas se comprometeu a envidar esforços no sentido de ajudar na aprovação durante o esforço concentrado, entre os dias 4 e 6 de setembro. Segundo o secretário, o governo vetará qualquer emenda, e se a MP cair, a regularização só ocorrerá no próximo ano. Ou seja, os funcionários poderão ficar sem aumento neste período.

Sobre a diferença de reajuste entre a tabela do BC e as do Planejamento e Fazenda, Sérgio Mendonça se comprometeu a tentar resolver a situação, mas apenas em 2007.

Ele, mais uma vez, colocou que a transposição dos técnicos para nível superior e a vinculação dos salários destes em percentual maior com ao dos analistas enfrenta forte resistência no Governo.

O Sr. João Antônio Fleury Teixeira, Diretor de Administração, informou que as tratativas de governo estão sendo feitas no sentido de equiparação salarial do Banco Central com o pessoal das demais carreiras.

ESFORÇO CONCENTRADO

O Conselho Nacional do SINAL, em reunião na última quarta-feira, 23.8, aprovou o exercício de um esforço concentrado "doméstico" para pressionar o Congresso Nacional. Reunido ao movimento de outras entidades de servidores federais, exigirá a votação das MPs pendentes, no período de 4 a 6 de setembro, últimos dias em que o Parlamento estará reunido antes das eleições. Doze conselheiros do SINAL em todo o Brasil estarão trabalhando com lideranças parlamentares para a aprovação de nossa MP 295/2006.

Se você conhece ou é eleitor de algum parlamentar,
ajude-nos passando um e-mail ou telefonando.
Enfim: vamos pressionar aqueles que nos representam!

Edições Anteriores RSS