Edição 22 - 11/04/2007

A enrolação continua. Funcionalismo revoltado fortalece a greve!

 

Posição so Governo na reunião: Devo não nego, pagarei quando puder

 

Mais uma vez, testam a paciência dos servidores do BC. A confiança depositada na Alta Direção da Casa é frustrada pelo falta de compromisso com o corpo funcional.

Os estudos do Depes, tão anunciados, não apareceram, aguardando o "momento oportuno" prometido pelo Presidente Meirelles.

O governo reconhece que tem uma dívida conosco, mas coloca o "PAC" como um empecilho à nossa Recomposição Salarial. O desrespeito impera no governo! Compromissos são quebrados! A palavra empenhada não é honrada.

A reunião de ontem foi convocada "pro forma" para atender a solicitação do SINAL, na carta de 08/03/2007, mas se revelou vazia de qualquer proposta ou calendário de negociação.

Acenam com NADA para 2007 e uma possibilidade para 2008. Este filme de horror nós já vimos. Mais uma vez, uma reprise desbotada de outros anos.

 

Esta é a hora de construirmos um movimento forte e coeso para que sejamos respeitados. É agora ou nunca! Ou somos respeitados de uma vez por todas ou amargaremos 10 anos de lamentação pelos corredores.

A resposta é sua!

 

Edições Anteriores RSS