Edição 42 - 08/05/2007

PRESIDENTE GUSTAVO, assuma sua responsabilidade e apresente uma solução digna e urgente!

No decorrer da nossa campanha pela "Recomposição Salarial Já", o governo reconheceu sua dívida conosco e se comprometeu em apresentar uma solução até 2 de maio.

 

Naquela data, na reunião da Mesa, os representantes do governo encenaram uma comédia de (maus) costumes e nos propuseram pagar uma dívida de 2006, em 2008 e  em 2009 e ainda a ameaça de nova campanha só em 2018, quando boa parte dos atuais funcionários já não estará mais no Banco.

 

Assim não dá !

 

E então, Presidente? Estão em jogo, 12 anos de reajuste de salários. Os funcionários do BC estão demonstrando dignidade e zelo pela instituição Banco Central, coisa que nossa alta direção não faz há muito tempo. O Bacen e seu corpo de funcionários não aceitam ser considerados como de segunda categoria.

 

Revoltados com esse descaso, a greve cresceu mais ainda em Brasília e se consolida no Rio de Janeiro, com importantes adesões.

 

Presidente Gustavo, seja coerente e recoloque o Bacen e seus funcionários, no patamar onde realmente merecem estar. E depois, se aposente com o sentimento do dever cumprido.

 

 

 Quem achou que tinha dobrado o funcionalismo do Bacen com "cantos de sereia", aprendeu uma lição de união e firmeza. 

                           Assembléia as 14:30 hs.

Edições Anteriores RSS