Edição 0 - 29/05/2007

Presidente Meireles, a bola agora é sua

Ontem pela manhã, o presidente Meirelles recebeu o presidente do SINAL, David Falcão, com a presença do Diretor Gustavo e do Secretário Executivo Sérgio Lima.

Na ocasião, o presidente do SINAL informou a Henrique Meirelles sobre o impasse que ora se verifica, e das razões que levaram ao agravamento da situação.

Também lhe foi dado conhecimento que a compensação integral dos dias de greve e a repercussão em 2007 da proposta financeira são condições da categoria para a saída do impasse.

Pois é, Presidente. Agora não dá mais para se fingir de morto. As pressões vêm de todos os lados. A greve no BC chegou aos altos escalões. A maioria dos comissionados está em greve, dentre eles, vários gerentes administrativos. Surgiu também uma carta assinada por todos os gerentes técnicos exigindo uma solução favorável ao corpo de funcionários do Bacen.

E agora, Ministro Meirelles? Não lhe resta alternativa a não ser fazer valer a sua condição em defesa da instituição que preside, assim como fizeram o Secretario da Receita Federal e o Ministro da Justiça, nas exitosas campanhas de seus comandados, os funcionários da Receita Federal e da Polícia Federal.

O tempo está se esgotando. Se não há como desassociar a performace do Bacen e a reconhecida qualidade de seus funcionários, também não haverá como desassociar o resultado dessa campanha salarial e a carga de empenho que V. Sa. dedicar a ela.

Esperamos estar em breve deliberando sobre a aprovação da proposta financeira, a compensação das horas em greve e sobre o fim da paralisação, com um Banco Central pacificado. Pense bem.

Assembléia – 14h30m

Edições Anteriores RSS