Edição 0 - 21/08/2008

Dia Nacional de Protesto paralisa Banco Central e Carreiras Típicas de Estado na luta conjunta pela MP JÁ!

Dia Nacional de Protesto paralisa  Banco Central
e Carreiras Típicas de Estado na luta conjunta pela MP JÁ!

  RIO DE JANEIRO

 

O ato no RIO foi bastante concorrido. O MECIR não fez viagens de numerário e não abriu a caixa forte. paralisação quase que total.

Na ADRJA, mais de 200 funcionários, incluindo a SUSEP, se concentraram no saguão, numa das maiores concentrações dos últimos anos. O prédio ficou vazio.

Cerca de 30 funcionários, representando o SINAL, participaram de um ato público nas escadarias do Teatro Municipal, do RJ, em conjunto com as demais entidades. O ato reuniu cerca de 200 funcionários públicos, e alem do BC, estiveram presentes representantes da Unafisco, Agencias reguladoras, Sinait, Ibama,CVM, SUSEP,INPI e Previdência Social,dentre outras.

 

 

 

 

 


 

BRASÍLIA

Pela manhã, os funcionários assistiram aos jogos das olimpíadas no saguão e no interior do prédio. Muitos estudaram, discutiram a situação atual do funcionalismo e não atenderam as demandas do trabalho. À tarde haverá uma confraternização.

 

SÃO PAULO

Café da manhã às 10h com boa participação e assembléia, às 14h, conjunta com outras entidades.

 

RECIFE

 

Boa participação, com várias máquinas desligadas. Foi apresentado o jogo Brasil x EUA, no auditório, com a presença de muitos servidores. O atendimento ao público está fechado, nem há atendimento no call center. À tarde haverá uma apresentação de cinema e posteriormente assembléia de avaliação.

 

PORTO ALEGRE

 

SINAL, AGITRA, UNAFISCO e FENAFISP realizaram ato conjunto na frente da Delegacia Regional do Trabalho, no Centro de Porto Alegre, às 14h00. Aguardada cobertura da imprensa.

 

SALVADOR

 

Boa adesão do funcionalismo com significativa participação no movimento.

Foi servido um café da manhã e depois os funcionários foram assistir à final do jogo de futebol feminino, na sala de videoconferência do BC.

Colocada faixas na entrada do BC com a seguinte frase:

LULA E MEIRELLES, CADÊ NOSSA MP?

ACORDO SALARIAL ASSINADO É PARA SER CUMPRIDO!

 

CURITIBA

 

Pela manhã, tradicional Café da Manhã que teve início por volta da 9h30m, com direito a TV e o jogo das  meninas do Brasil a partir da 10h. No intervalo do jogo foi deliberada, pela unanimidade dos presentes, uma Assembléia às 16h para discussão e avaliação do movimento. 66 funcionários assinaram a lista de presença. A caixa forte nem chegou a ser aberta. O Mecir está inteiro no movimento de protesto.

 

FORTALEZA

Café da manhã com participação razoável dos colegas. Transmissão dos jogos pela TV,  colocada na entrada do prédio pelo sindicato. Tivemos a presença do Deputado Federal do PC do B Chico Lopes, que prometeu ajudar, no que for possível, a nossa causa na Câmara Federal.    


BELÉM

O evento começou com um café da manhã no restaurante da ADBEL, que contou com a participação dos servidores do Bacen e da AGU. 10h30m, no prédio do Ministério da Fazenda, conjuntamente com outras categorias foi realizada uma significativa manifestação. O Banco ficou parado, MECIR não abriu o cofre. À tarde, haverá assembléia e existe proposta de  nova mobilização, agora de 48h para os dias 27 e 28 de agosto, caso a MP não seja publicada.


BELO HORIZONTE

Com 148 (cento e quarenta e oito) assinaturas na lista de presenças, transcorreu a manhã do Dia Nacional de Protesto Unificado das Carreiras Típicas de Estado, na frente do edifício do BC-BH.

Além de técnicos e analistas, da Carreira de Especialista do Banco Central, a manifestação contou com a presença de procuradores do BC e de um colega do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional – SINPROFAZ.

Faixas foram afixadas novamente nos jardins do Banco com os dizeres "LULA E MEIRELLES, CADÊ A MP DO BC?" E "DIA DE PROTESTO UNIFICADO: PELA VALORIZAÇÃO DAS CARREIRAS TÍPICAS DE ESTADO".

De se ressaltar a participação em peso dos colegas da representação regional do Mecir, com a Casa-Forte fechada, e das equipes da fiscalização de bancos que estavam em trabalho de campo e vieram para a manifestação.

A imprensa, apesar de algumas ligações para o local, não compareceu.

Com alguns cursos de treinamento sendo realizados no prédio, inclusive com funcionários de outras regionais, dirigentes do CR e participantes da manifestação foram às salas de aula e conseguiram a adesão dos colegas ao movimento no final da manhã.

À tarde, temos uma assembléia de avaliação prevista para as 14 horas, quando se decidirá quanto aos próximos passos. 

 

Reunião com o Presidente da Câmara
 

O Presidente da Câmara, Deputado Arlindo Chinaglia foi chamado pelo Presidente Lula para uma reunião que, agendada para às 18h, foi antecipada para as 11h desta quinta-feira.
 

Dessa forma, a reunião que os representantes das entidades sindicais das Carreiras Típicas de Estado – CTEs teriam com o Deputado Arlindo Chinaglia foi adiada, devendo acontecer ainda na tarde de hoje.


Dado o motivo do adiamento, a reunião poderá apresentar novidades com relação à edição da MP, pois dentre os assuntos que seriam tratados pelo Presidente da República com o Presidente da Câmara estaria o reajuste dos servidores.


Novas notícias assim que confirmado novo horário da reunião.
 

 

Edições Anteriores RSS