Edição 0 - 15/05/2009

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO nº 24, de 15.5.09: Em defesa da democracia sindical

 

 

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO

São Paulo, 15 de maio de 2009 – nº  24

 

EM DEFESA DA DEMOCRACIA SINDICAL

Por questão de princípio, o Conselho Regional do SINAL-SP defende, e continuará defendendo, intransigentemente, a sucessão na presidência do SINAL, aceitando, no limite, uma reeleição.

Por outro lado, consideramos necessária a constante renovação dos quadros e a formação de novos dirigentes, no sentido de se evitar a estagnação da direção do sindicato e seu consequente distanciamento dos problemas vividos pelos funcionários, preocupação recorrente na nossa regional há mais de 10 anos.

Estranhamente, exceto por ações isoladas em algumas regionais, esta preocupação com a formação de sucessores ou novos líderes passa ao largo dos dirigentes nacionais.

Assim, sentimo-nos na obrigação de sair em busca de uma candidatura alternativa à presidência do sindicato para concorrer com o ex-presidente que, naquele momento, se apresentava como candidato, embora a Lei 8.112/90 impeça a sua terceira licença consecutiva para o desempenho de mandato classista.

Decidimos, então, compartilhar nossa preocupação com outras regionais e, após uma reunião realizada aqui em São Paulo, declaramos nosso apoio a um candidato que já acumulava experiência na Diretoria Executiva e atendia as nossas pretensões de se ter na presidência do sindicato um dirigente postado no meio da carreira do Banco Central.

Nessa reunião, decidimos apoiar, também, candidatos provenientes de concursos mais recentes para alguns dos outros cargos da Executiva, como os de Secretário e de Diretor de Estudos Técnicos, no intuito de proporcionar a desejada renovação da direção nacional.

Foi um processo político limpo, feito às claras e sem outra intenção que a de promover o enriquecimento do processo eleitoral do nosso sindicato à luz dos seus princípios constitutivos e de escolher o que julgávamos melhor para o SINAL.

Qualquer outra interpretação que não esta é, no mínimo, falaciosa. Não criticamos publicamente nenhum outro candidato, não negociamos cargos para dirigentes de São Paulo e tampouco barganhamos nomes, como chegou a ser insinuado. Apenas exercemos o nosso legítimo direito político de escolher candidatos alternativos.

Findo o processo eleitoral, é hora de renovarmos, juntos, os esforços para o engrandecimento de nosso sindicato e buscar, como sempre foi feito, o melhor para os filiados, conscientes de que quando há uma disputa eleitoral em que as vantagens pessoais não se sobrepõem às coletivas, não existem vencedores nem vencidos. Este continuará a ser o nosso objetivo.

Conselho Regional do SINAL-SP

SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central

R. Peixoto Gomide, 211 – S.Paulo SP – CEP 01409-001  /   (11) 3159-0252

sinalsp@sinal.org.br  /  link para SINAL-SP: clique AQUI

 

Edições Anteriores RSS