Edição 72 - 20/06/2012

Mobilização avança

 

Em resposta a posição atual do Governo de conceder 0% de reajuste,

a assembleia conjunta aprovou paralisação de 24 h em 28.6, 5ªf.

 
Assembleia Campanha Salarial Conjunta

Fotos: Marcelo Mello

 

Em paralisação parcial que reuniu cerca de 300 servidores do BCB e SUSEP, e com a presença de representantes da CVM, a assembleia conjunta, realizada ontem no Rio de Janeiro, aprovou uma paralisação por 24 horas no próximo dia 28.6, 5ª.feira, no mesmo dia em que ocorrerá em Brasília ato de protesto na porta do Ministério do Planejamento, com caravanas de todas as regionais e com grande apoio do pessoal de Brasília.

A avaliação geral feita pelos representantes sindicais das Carreiras Típicas de Estado, com base na última rodada de negociações, é de que o governo está se "descomprometendo" de apresentar uma proposta, com o discurso da crise externa o que poderá resultar numa proposta de 0% ou algo irrisório, no limite do prazo (31.7), com pouco tempo para mobilização ou negociação de uma contra-proposta.

Diversas categorias estão ampliando a sua mobilização, com destaque para a Receita Federal, Polícia Federal (operação padrão) e Fiscais do Trabalho.
 

A nossa única opção é ampliar a mobilização!

 


Auditores da Receita fazem operação-padrão

Os auditores fiscais da Receita Federal começaram nesta segunda-feira a operar em regime de operação-padrão por tempo indeterminado. O movimento, que tem foco nas empresas, tem adesão total dos fiscais em todo país, de acordo com o sindicato da categoria.

Segundo o Sindifisco, os servidores suspenderam o repasse das informações, à Receita, sobre notificações de multas nas operações de importação e exportações de mercadorias, em ação foi denominada "crédito zero".

Os servidores da Receita pedem reajuste de 30,19% nos salários. A categoria já havia feito duas mobilizações de advertência, em maio e junho, mas, segundo o sindicato, o governo "manteve silêncio em relação aos pleitos apresentados".

A Receita Federal, por meio da assessoria de imprensa, informou que não vai se manifestar sobre o assunto.
Fonte: Folha de São Paulo

 

 

 

Edições Anteriores RSS