Edição 117 – 10/07/2018

Por Sinal destaca desmonte do serviço público


Por reiteradas vezes, a luta contra o desmanche do serviço público tem obtido repercussão aqui no Apito Brasil. De todos os lados, os servidores se veem enredados por propostas que apontam um futuro de precarização e tendem a, gradualmente, reduzir a presença estatal, deixando desprotegida a parcela da população mais vulnerável do ponto de vista econômico. Impulsionado por uma persistente crise, e sob o argumento da “austeridade”, o governo dá curso à caçada ao funcionalismo, que, na propaganda oficial do Planalto, é tido como culpado pelo desequilíbrio fiscal do país, causado, em sua maior parte, pelos próprios governantes que se sucedem no poder.

Buscando denunciar a tentativa de enfraquecimento do setor, reportagem de capa da Por Sinal 57 destaca o “Desmonte do Serviço Público”. Em pauta, entre outros pontos, relatório do Banco Mundial que, praticamente, “criminaliza” a categoria e a resposta das carreiras à onda de ataques. “É, portanto, um movimento articulado, que vem ganhando força. Diante dessa ofensiva, se fazia necessária uma reação mais forte das entidades representativas. E esta reação veio”, observa trecho da matéria.

Leia aqui na íntegra.

Edições Anteriores RSS