Edição 122 – 9/7/2019

Previdência: entidades dos servidores mantêm mobilização em semana decisiva


Segue a força-tarefa das entidades representativas do serviço público na Câmara dos Deputados, tentando impedir que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 seja aprovada conforme relatório resultante da Comissão Especial. A partir de hoje, 9 de julho, a mobilização deve se concentrar no Salão Verde e no Plenário da Casa, onde o futuro da reforma previdenciária deve ser definido nos próximos dias.

Sindicatos e associações que integram o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), entre elas o Sinal, promovem um trabalho de abordagem aos parlamentares, buscando sensibilizá-los das injustiças e dos retrocessos sociais resultantes de uma possível aprovação do texto atual. A edição 121 do Apito Brasil, desta segunda-feira, 8, repercutiu nota pública em que o Fonacate critica os termos da PEC 6/2019.

A base aliada do governo na Câmara já estabeleceu uma agenda de trabalhos para a votação da matéria em Plenário nesta semana. Os congressistas “esticarão” os trabalhos na capital federal, para que a matéria seja aprovada em dois turnos até o próximo sábado, 13. Para a aprovação da PEC é necessário o apoio de 3/5 dos deputados, ou seja, 308 votos favoráveis.

Edições Anteriores