Edição 0 - 26/08/2003

PARALISAÃ+O AT+ SEXTA-FEIRA! NADA AINDA EST- GARANTIDO

Em assembl‚ia agora h  pouco, o Rio de Janeiro decidiu pela
paralisa‡Æo das atividades da Adrja e do Mecir at‚ sexta-feira:

Pela garantia do PCS

Por uma nova reuniÆo do Comitˆ de Negocia‡Æo at‚ quinta-feira

Pela imediata aprova‡Æo e implata‡Æo do PCS

Depois de tantas indas e vindas, o governo continua
postergando o fim das negocia‡äes. Refutou o acordo anterior de possibilidade de
remanejamento do or‡amento do Banco Central para viabilizar uma melhora do PCS e
nÆo fechou questÆo at‚ agora sobre os 86 milhäes prometidos, … vespera do envio
do or‡amento de 2004 para o Congresso (sexta-feira). Al‚m disso, nÆo temos
sequer uma reuniÆo marcada, quando se previa inicialmente que o PCS estaria
acordado entre os minist‚rios dentro do mˆs de agosto. Agora, ‚ o representante
da Casa Civil, Luiz Alberto, que morde o PCS, neste joguinho de morde e assopra
montado pelo governo, que parece servir apenas para ganhar tempo.

Ou seja, nada ainda est  garantido. Em nenhum lugar est 
escrito que teremos os 86 milhäes, ou uma poss¡vel melhora. Al‚m disso, se os
rumores de mudan‡as no MOG se confirmarem, tudo pode acontecer.  comum novos
ministros suspenderem tudo que est  em andamento para reavalia‡Æo.

Por tudo isso, o Rio de Janeiro estar  parado nos pr¢ximos
dias, at‚ sexta-feira. Num grande esfor‡o para garantir o que ainda for
poss¡vel.

Haver  assembl‚ias di rias para discutir o surgimento de
algum fato novo que dˆ outro rumo ao movimento.

 

NÇO PODEMOS NOS ABSTER NESTA HORA.

Edições Anteriores RSS