Edição 6 - 10/1/2019

Sinal apresenta oficialmente os resultados da AGN sobre o PASBC e cobra os resultados da pesquisa do BC sobre o tema


O Sinal protocolou nesta quarta-feira, 9 de janeiro, ofício ao presidente do BC, Ilan Goldfajn, apresentando, de forma oficial, os resultados de sua Assembleia Geral Nacional (AGN), realizada por meio de votação eletrônica, que consultou os servidores, ativos e aposentados, filiados ou não ao Sindicato, sobre aspectos contidos nas propostas do Departamento de Gestão de Pessoas (Depes) para alteração do Programa de Assistência à Saúde dos Servidores do Banco Central (PASBC).

Os 1.026 participantes da AGN, como já divulgado no Apito Brasil nº 210/18, rejeitaram massivamente – 87,6% – a proposta de reajuste nas contribuições individuais e aprovaram – 61,3% – as ações visando melhorias na Gestão do PASBC e a implantação de políticas de Prevenção e Promoção à Saúde, ratificando as posições que o Sinal defendeu desde as primeiras manifestações do Depes sobre o assunto.

Concomitantemente, o Sinal cobrou do presidente que o Depes apresentasse o resultado de sua pesquisa sobre o assunto, junto ao mesmo universo de participantes, encerrada anteriormente à AGN.

Dirad convida o Sinal para reunião

Ainda na tarde de ontem, o Sinal foi convidado a participar hoje, 10 de janeiro, de reunião com a Diretoria de Administração (Dirad), para tratar de assuntos de interesse comum.

Tendo em vista que toda a Diretoria reuniu-se ontem em São Paulo e as mudanças no PASBC é um item de pauta pendente de apreciação, conjecturamos ser possível que o tema principal desse encontro com a Dirad seja nosso Programa de Saúde.

O Sinal reitera considerar o PASBC o principal pilar do Programa de Gestão de Pessoas do Banco Central e que a luta pela sua perenidade e sustentabilidade é de todos nós, mas não pode concordar com mudanças no modelo contributivo antes que as políticas que buscam o aperfeiçoamento de sua gestão e o desenvolvimento dos princípios de educação, promoção e prevenção à saúde sejam implantadas e avaliadas.

Mais que uma palavra de ordem, uma constatação: Juntos somos fortes!

O PASBC é nosso!

Edições Anteriores