Edição 149 – 26/8/2019

Coaf/UIF: Quando o presidente do BC se dirigirá aos servidores?


Uma semana após a edição da Medida Provisória (MP) 893/2019, que transformou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) na Unidade de Inteligência Financeira (UIF), vinculada administrativamente ao Banco Central do Brasil, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, ainda não se dignou a procurar os servidores da Casa para dar as explicações necessárias sobre o assunto, indiferente à inquietação que tomou conta da Autarquia.

Declarações, no mínimo controversas, propaladas pela mídia de que a UIF “não será um departamento do Banco, inclusive com provimento de pessoal distinto”, ou de que “para modernizar a estrutura da nova instituição será necessário trazer profissionais da área de tecnologia de ponta do setor privado, porque os servidores do BC não tem esse conhecimento” suscitam no corpo funcional sentimentos que vão da indignação à incredulidade e precisam ser prontamente esclarecidas, em respeito aos que fizeram do Banco Central uma instituição respeitada no mundo inteiro pela sua qualificação e idoneidade.

Não acreditamos ser preciso oficiar o presidente Roberto Campos para ato tão comezinho, mas não nos furtaremos a cobrar formalmente sua audiência com os servidores, caso a falta de consideração persista.

Edições Anteriores