Clique no título para ler as matérias na íntegra

Edição 106 - 20/12/2019

RIO SEDIA 5º ATO DA CAMPANHA SINAL EM DEFESA DO PASBC

Realizado, ontem, no Rio, o 5º Ato da Campanha Sinal em Defesa do PASBC.


Edição 105 - 19/12/2019

É HOJE… CHEGA DE AUMENTO DE DESPESAS!

HOJE, DIA 19, QUINTA-FEIRA, ÀS 10H, NO AUDITÓRIO DO 24º ANDAR.


Edição 104 - 18/12/2019

É AMANHÃ… CHEGA DE AUMENTO!

AMANHÃ, DIA 19, QUINTA-FEIRA, ÀS 10H, NO AUDITÓRIO DO 24º ANDAR.

 SINAL EM DEFESA DO PASBC: CHEGA DE AUMENTO DE DESCONTOS!


Edição 103 - 17/12/2019

SINAL EM DEFESA DO PASBC: CHEGA DE AUMENTO DE DESCONTOS!

SINAL EM DEFESA DO PASBC: CHEGA DE AUMENTO DE DESCONTOS!

Próxima Quinta-Feira, Dia 19, às 10h, no Auditório do 24º Andar


Edição 102 - 16/12/2019

DEFASAGEM SALARIAL + AUMENTO DA CONTRIBUIÇÃO DO PASBC E DA PDL (ALÉM DA CPSS) = ARROCHO SALARIAL

SINAL EM DEFESA DO PASBC: CHEGA DE AUMENTO DE DESCONTOS!

Próxima Quinta-Feira, Dia 19, às 10h, no Auditório do 24º Andar


Edição 101 - 13/12/2019

EXPEDIENTE HOJE ATÉ 12H

Informamos que hoje, dia 13.12.2019, a Sede do Sinal-RJ estará fechada a partir das 12 horas,  em razão da Confraternização de Natal/Fim-de-Ano dos Funcionários de nosso Sindicato.


Edição 100 - 12/12/2019

SINAL EM DEFESA DO PASBC: SÃO PAULO RECEBE PRIMEIRA ATIVIDADE DE PÉRIPLO DO SINAL

Diálogo: São Paulo recebe primeira atividade de périplo do Sinal


Edição 99 - 10/12/2019

SEMINÁRIO “OS SERVIÇOS PÚBLICOS SOB AMEAÇA: COMO ENFRENTAR AS REFORMAS DE BOLSONARO”

Convidamos todos os colegas para participar do Seminário  Os Serviços Públicos Sob Ameaça: Como Enfrentar as Reformas de Bolsonaro,  com a presença do Conselheiro do Sinal-RJ, Luiz Eduardo Melin, como Palestrante. 


Edição 98 - 02/12/2019

SINAL PROMOVE CAMPANHA EM DEFESA DO PASBC

O PASBC é nosso!

Lute junto com o Sinal em defesa e pelo aprimoramento de nosso Programa de Saúde!


Edição 97 - 18/11/2019

A VOLTA DOS “ESCRAVOS DA NAÇÃO”

Muita gente não sabe, mas no período da escravidão havia escravos que pertenciam ao Estado, que se distinguiam como escravos públicos e que durante o Brasil colonial eram chamados de “escravos do Real Fisco” ou “escravos do Fisco” e no Império ficaram conhecidos como “escravos nacionais” ou “escravos da nação”. O que mais chama a atenção é que parte deles recebia remuneração por seu trabalho, e alguns ainda tinham acesso à escola de primeiras letras (provavelmente também deviam ser rotulados como “privilegiados”). Os escravos foram incorporados ao patrimônio imperial depois do confisco dos bens dos jesuítas pela Coroa portuguesa, em


<< Anterior | 678910111213 1415161718192021222324 | Próxima >>