Clique no título para ler as matérias na íntegra

Edição Extraordinária – 24/12/2021

Mais de 800 adesões à lista de não-assunção em menos de 24h; é o momento de intensificar as ações!

O Sinal e as demais entidades representativas dos servidores do Banco Central do Brasil, após anos de promessas vazias, vigilantes às movimentações das carreiras congêneres nesse momento de coesão e avanço coordenado, celebram a adesão significativa – em plena semana de recesso natalino – de mais de 800 servidores, em um período inferior a 24 horas, à lista de não-assunção de Funções Comissionadas. É motivo de orgulho de todos que estão participando desta coleta, que demonstra de forma inequívoca o alto grau de insatisfação dos membros da carreira de Especialista do Banco Central do Brasil com as já gastas promessas


Edição 232 – 24/12/2021

Busca por reajuste segue; esta e outras lutas estarão na pauta do Sinal no próximo ano

Segue o cronograma de mobilização dos servidores do Banco Central do Brasil em defesa do reajuste salarial. Além das medidas já em curso (saiba mais aqui), que se estenderão pelo menos até o mês de janeiro, na próxima semana terá início uma lista de entrega de Comissões. A busca por um índice de reajuste capaz de repor ao menos parte das perdas remuneratórias acumuladas é mais um dos desafios que seguirão na agenda de luta do Sinal em 2022. A ele somam-se os desdobramentos do Decreto 10.620/2021 e a vigilância em relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020


Edição 231 – 23/12/2021

Reajuste: Sinal e outras entidades definem cronograma de luta com início imediato

Com a não inclusão dos recursos para o reajuste salarial no Orçamento de 2022, os servidores do BC terão de intensificar as mobilizações. Este é o indicativo do Sinal, do Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central do Brasil (SinTBacen) e da Associação Nacional dos Analistas do Banco Central do Brasil (ANBCB). Em reunião, as lideranças das entidades definiram um calendário de luta. Serão, ao menos, sete etapas de trabalho. As duas primeiras já estão em curso: 1) De imediato a) Encaminhar e-mails para presidencia@bcb.gov.br e mensagens no “Cafezinho” (Intranet do BC) com o seguinte conteúdo: “Presidente RC Neto, esperamos


Edição Extraordinária – 22/12/2021

Alerta! Nova tentativa de golpe

Golpistas estão entrando em contato com filiados ao Sinal, em nome do advogado Armando Guinezi, informando supostos valores a serem recebidos, derivados de processos judiciais, e pedindo depósitos prévios para a liberação da quantia. Fique atento. O Sindicato não solicita qualquer quantia antecipada. A orientação para o pagamento de honorários advocatícios somente se dá após o saque do valor referente à ação. Não faça depósitos, transferências ou pagamento de boletos sob esta condição. Não forneça informações pessoais e não clique em links suspeitos recebidos por e-mail, sms ou WhatsApp. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco: (61) 3322 8208


Edição 230 – 22/12/2021

Congresso aprova Orçamento sem reajuste para servidores do BC; o descaso da Diretoria do BC foi preponderante para isso!

O Congresso Nacional aprovou nesta terça-feira, 21 de dezembro, o Orçamento da União para o próximo ano. O projeto, que agora segue para sanção do presidente da República, contempla, dentre outros pontos, um reajuste para carreiras da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e do Departamento Penitenciário Nacional. A inexistência de qualquer menção a um reajuste para as carreiras do Banco Central do Brasil é apenas um reflexo da passividade e da indiferença da Diretoria, em especial do presidente Roberto Campos Neto, a respeito das reivindicações dos servidores. Com a aprovação da matéria, acentua-se a assimetria remuneratória em relação a


Edição 229 – 21/12/2021

Ausência em momentos decisivos caracteriza postura de Campos Neto

“Informamos que o Presidente Roberto Campos Neto, por encontrar-se no usufruto de recesso de fim de ano, não poderá atender à solicitação”. Esta foi a resposta recebida pelo Sinal após mais uma solicitação de audiência para tratar do reajuste salarial dos servidores com o presidente do Banco Central do Brasil. A ausência no momento em que o corpo funcional mais necessita de seu apoio ilustra bem a postura de Campos Neto, diferentemente do que fazem representantes de outros órgãos do Executivo. O período de recesso, por mais que seja legítimo, ainda favorece o distanciamento do chefe da Autarquia de sua


Chefes de unidade do BC reforçam pleito por reajuste salarial

Em mensagem enviada ao presidente, Roberto Campos Neto, e aos demais membros da Diretoria Colegiada, chefes de unidade do Banco Central manifestaram insatisfação com o fato de os servidores da Autarquia serem deixados de lado nas negociações com vistas a um reajuste remuneratório no próximo ano. “Causou-nos profunda estranheza e indignação as tratativas para reajustes salariais para determinadas categorias do serviço público, alijando outras, gerando evidente assimetria de tratamento, e deixando de fora os servidores desta Casa”, aponta trecho da mensagem. Na correspondência, os signatários falam da relevância do BC no cenário nacional, dos avanços institucionais e da contribuição dos


Edição 228 – 20/12/2021

Reajuste salarial: o tempo está acabando

O prazo está acabando e, até então, não se viu movimento político do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em defesa de um reajuste salarial para os servidores da Autarquia. Enquanto a discussão sobre o Orçamento 2022 avança no Congresso Nacional, chefes de outras pastas do Executivo trabalham para garantir reajustes, como é o caso da Polícia Federal. Nesta segunda-feira, 20 de dezembro, a Comissão Mista (CMO) do Congresso deve dar seguimento aos trabalhos, com a apreciação do relatório final do Orçamento para o próximo ano. Caso não haja uma ação da Diretoria do BC nos próximos dias, o


28,86%: hora de pressionar

Em face da persistente rejeição do Banco Central a um acordo na ação dos 28,86%, só nos resta a mobilização. E você pode contribuir com esta luta de onde estiver, enviando e-mail para a Diretora de Administração (Dirad), Carolina Barros, ou publicando o pleito no “Cafezinho” (intranet do BC). Confira, abaixo, a sugestão de mensagem a ser enviada e publicada: “Diretora Carolina, solicitamos que você instale imediatamente uma Mesa Formal de Negociação em relação aos 28,86%, de modo a dar fim a um litígio que já dura mais de duas décadas. Grato pela atenção.” O endereço de e-mail para envio


Fonacate e outras entidades defendem atuação da Anvisa

“As Agências Reguladoras são dotadas de autonomia funcional para que não sofram influência ou pressões indesejadas e assim garantam a melhor produção técnica possível, sempre visando o interesse público, o bem estar do brasileiro”, destaca trecho de nota pública divulgada na última semana pelo Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e outras entidades. A publicação se dá após as críticas do presidente da República a respeito da aprovação para a utilização de vacinas Pfizer em crianças de cinco a onze anos. No documento, os signatários ainda se colocam à disposição daqueles que tenham sido alvos “de qualquer


Edição 227 – 17/12/2021

Em encontro com representantes do BC, Sinal entrega proposta de reestruturação da carreira

Em reunião na noite desta quinta-feira, 16 de dezembro, com representantes do Banco Central, o Sinal entregou proposta de reestruturação da carreira de Especialista. O encontro ocorreu após protesto na porta do edifício-sede do BC em Brasília. Servidores das demais praças também se mobilizaram em torno do pleito nesta quinta, por meio de atividade virtual promovida pelo Sindicato. O presidente Fábio Faiad, o diretor de Relações Externas, Francisco Tancredi, e o diretor de Comunicação do Sinal, Mardônio Sarmento, participaram da audiência, juntamente com o vice-presidente da ANBCB, Alexandre Caletti. Representaram o BC o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de


Edição 226 – 16/12/2021

Pela reestruturação da carreira, Sinal e outras entidades promovem protesto hoje; participe

Representantes do Sinal, do SinTBacen e da ANBCB entregarão hoje, 16 de dezembro, proposta conjunta de reestruturação da carreira de Especialista ao presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto. A entrega do documento ocorrerá às 18h, durante protesto dos servidores em frente ao edifício-sede do BC em Brasília. Aqueles que estão nas demais praças, poderão participar de atividade virtual, que terá início às 17h30 (confira link para acesso no fim do texto). Com um prazo exíguo para a alocação dos recursos necessários no Orçamento de 2022 e diante da falta de perspectiva de uma audiência para debate da


Servidores celebram resultado da luta unificada contra a reforma administrativa em 2021

“Podemos voltar a ter esperança. Esperança na luta dos trabalhadores”, afirmou o diretor de Relações Externas do Sinal, Francisco Tancredi, durante ato público, na tarde desta quarta-feira, 15 de dezembro, em celebração ao resultado da mobilização unificada contra a reforma administrativa em 2021. A atividade, que ocorreu em frente ao Anexo II da Câmara dos Deputados, contou também com a participação de outras lideranças do serviço público e de parlamentares. Tancredi destacou a importância do trabalho das entidades representativas no enfrentamento à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020, em especial no convencimento aos deputados acerca dos prejuízos decorrentes de


Edição 225 – 15/12/2021

E o Campos Neto?

Veículos da grande imprensa noticiaram amplamente nesta terça-feira, 14 de dezembro, a atuação do ministro da Justiça, Anderson Torres, em defesa de um reajuste para os policiais em 2022. Segundo as publicações, a demanda foi tema de ofício apresentado ao ministro da Economia, Paulo Guedes, no qual Torres solicitou a disponibilização dos recursos necessários na Lei Orçamentária para o próximo ano. O expediente não é novo. Já foi utilizado em outras oportunidades por outros órgãos do governo, como a Secretaria da Receita Federal. No entanto, a prática de endosso ao pleito dos servidores parece não encontrar terreno propício no Banco


É hoje! Ato público, às 16h, marca vitória dos servidores sobre a PEC 32 em 2021

É logo mais, às 16h. O Sinal e as demais entidades do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) promoverão ato público nesta quarta-feira, 15 de dezembro, em frente ao Anexo II da Câmara dos Deputados, para celebrar a vitória contra a reforma administrativa em 2021. O fato de a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020 não ter sido votada pelo Plenário da Casa se deve, em grande parte, à mobilização do conjunto do serviço público. Os últimos meses foram marcados por manifestações unificadas nos aeroportos em todo o país, nas mídias sociais, nos redutos eleitorais dos


<< Anterior | 910111213141516 1718192021222324252627 | Próxima >>