Clique no título para ler as matérias na íntegra

Edição 75 – 3/5/2022

Estamos em greve; faça parte desta luta

Estamos em greve por tempo indeterminado! Em virtude da falta de avanços significativos no que diz respeito à pauta reivindicatória, o corpo funcional do BC decidiu intensificar a mobilização pela Reestruturação de Carreira e o reajuste remuneratório. Para discutir o movimento em curso, as perspectivas e esclarecer eventuais dúvidas, haverá logo mais, às 14h, Assembleia Geral Nacional (AGN) não deliberativa. Confira o link para acesso: https://us02web.zoom.us/j/82465381768?pwd=aXplOFN4cnJ2QmVpZ2laWHI5ajFXdz09 (ID da reunião: 824 6538 1768 – Senha: 611591) Lista de greve Vale lembrar que todos os servidores grevistas (filiados ou não) devem assinar a lista de presença na greve (aqui). Para assinar, é


Edição 74 – 2/5/2022

Categoria demonstra disposição à luta e aprova retomada da greve

De volta à greve. Esta foi a decisão dos servidores do Banco Central do Brasil em Assembleia Geral Nacional (AGN) realizada na última sexta-feira, 29 de abril. Portanto, a partir de amanhã, 3 de maio, a categoria voltará a cruzar os braços por tempo indeterminado, em defesa da Reestruturação de Carreira e do reajuste remuneratório, e o engajamento amplo será fundamental. A escolha pelo recrudescimento da luta se deu em virtude do prazo para um encaminhamento à pauta reivindicatória do corpo funcional do BC, principalmente em relação ao aspecto salarial, e à intransigência e falta de avanços significativos no âmbito


Edição 73 – 29/4/2022

AGN logo mais, às 14h, indicará rumos da mobilização; participe

Servidor do BC, hoje, 29 de abril, é dia de definir os próximos passos da mobilização em defesa da Reestruturação de Carreira e do reajuste salarial. Logo mais, às 14h, terá início nossa Assembleia Geral Nacional (AGN) e sua participação nesta instância deliberativa é muito importante. Confira links para inscrição antecipada e acesso à AGN virtual. Sala 1: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZEqf-6spj0iGtGeoiEYxmpmoupHFehVxHKd Sala 2: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZArcuqgrD8rGtH9GeeuZ_0iMyXKm8MCale0 Em face da ausência de resolução dos pleitos, tanto salariais quanto não salariais, do corpo funcional da Autarquia, o indicativo do Conselho Nacional do SINAL é pela retomada da greve a partir da próxima semana. Não podemos mais


Edição 72 – 28/4/2022

Reunião com BC não apresenta avanços significativos; AGN nesta sexta-feira, 29, definirá próximos passos da mobilização

O retorno à greve se mostra, a cada dia, a alternativa mais apropriada para os rumos de nossa mobilização em defesa da Reestruturação de Carreira e do reajuste remuneratório. A falta de avanços em relação às demandas da categoria ficou ainda mais clara durante reunião entre o SINAL, o SinTBacen, a ANBCB e a diretora de Administração do BC na tarde desta quarta-feira, 27 de abril. Na oportunidade, as entidades representativas do corpo funcional entregaram à Dirad um ofício no qual elencam quais são, em seu entender, as atividades realmente essenciais na Autarquia. Sobre o tema, foi solicitada uma nova


Edição 71 – 27/4/2022

Caso não haja avanços em nossa pauta, indicativo é de retomada da greve com ainda mais força

Falta menos de uma semana até o fim do prazo para a retomada da greve, conforme decisão dos servidores do BC em Assembleia Geral Nacional, e, até o momento, não há menção a avanços significativos no que se refere às nossas demandas ou o agendamento de reuniões com a Casa Civil e a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal, do Ministério da Economia, para dar andamento à discussão da pauta. Caso nos próximos dias o cenário permaneça inalterado, o indicativo do SINAL é de um retorno ao movimento grevista com ainda mais força. A decisão será tomada pela categoria


Advocacia Riedel alerta para tentativas de golpe

O escritório Advocacia Riedel, que presta serviços ao SINAL, alerta para novas tentativas de golpe. Em comunicado, o escritório esclarece que não solicita depósito referente a honorários ou taxa de alvará para recebimento de precatórios e disponibiliza para consulta os telefones (61) 998223300 ou 30348888. Fique atento. Nos últimos meses, as ocorrências de golpes vêm se multiplicando. Não faça depósitos, transferências ou pagamento de boletos sem se certificar previamente. Não forneça informações pessoais e não clique em links suspeitos recebidos por e-mail, sms ou WhatsApp. Em caso de dúvidas, entre em contato também com o Sindicato: (61) 3322 8208 /


Edição 70 – 26/4/2022

Pauta reivindicatória: categoria ainda aguarda respostas

Conforme destacaram edições anteriores do Apito Brasil, a suspensão temporária da greve – até o dia 2 de maio – por parte dos servidores do Banco Central não sugere um recuo, mas um “voto de confiança” às tratativas desenvolvidas com outros órgãos do Executivo pelo presidente, Roberto Campos Neto, acerca da pauta reivindicatória do corpo funcional. Todavia, o prazo está se esgotando e a categoria espera respostas. No que se refere à pauta não salarial, a busca é por avanços no âmbito da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP) do Ministério da Economia. Já em relação ao aspecto


EDITAL DE CONVOCAÇÃO

SINAL – SINDICATO NACIONAL DOS SERVIDORES FEDERAIS AUTÁRQUICOS NOS ENTES DE FORMULAÇÃO, PROMOÇÃO E FISCALIZAÇÃO DA POLÍTICA DA MOEDA E DO CRÉDITO EDITAL DE CONVOCAÇÃO  ASSEMBLEIA GERAL NACIONAL O presidente do Conselho Nacional do SINAL, no uso de suas atribuições, conforme previsto no Capítulo III, Seção II, art. 27, e Seção III, artigos 30, alínea “j”, e 31, alínea “c”, do Estatuto e no Capítulo IV, Seções II e III, do Regimento Interno, convoca a categoria para a Assembleia Geral Nacional (AGN), virtual, a realizar-se no dia 29 de abril de 2022, às 14h em primeira convocação e 14h30 em


Edição 69 – 25/4/2022

Mobilização: paralisação, operações-padrão e AGN não deliberativa marcarão a tarde de hoje, 25 de abril

Seguem as paralisações diárias, das 14h às 18h, e as operações-padrão, como parte da luta pela Reestruturação de Carreira com reajuste salarial. Também a partir das 14h de hoje, 25 de abril, teremos Assembleia Geral Nacional (AGN) não deliberativa para debate do movimento em curso e esclarecimento de eventuais dúvidas. Confira abaixo o link para acesso à AGN virtual e participe com suas perguntas, sugestões e comentários. https://us02web.zoom.us/j/86220080123?pwd=M2prb3cxcnp5S3hFcmQ3dG9ZSVhzQT09 (ID da reunião: 862 2008 0123 – Senha: 869266) A intensificação das ações nas próximas semanas será fundamental do ponto de vista estratégico. Na avaliação da Diretoria do SINAL, a primeira quinzena


Edição 68 – 20/4/2022

Categoria decide dar voto de confiança a Campos Neto e aguarda proposta melhor até 2 de maio; mobilização segue

Em Assembleia Geral Nacional (AGN) nesta terça-feira, 19 de abril, os servidores do Banco Central decidiram pela suspensão temporária da greve, com retomada prevista para o dia 2 de maio. A decisão é um voto de confiança às tratativas que o presidente, Roberto Campos Neto, vem desenvolvendo no âmbito do governo federal. Todavia, até lá será mantida uma agenda de paralisações parciais diárias, das 14h às 18h, e operações-padrão. O encaminhamento escolhido pela categoria leva em consideração o fato de que, segundo Campos Neto: a proposta de reajuste de 5% é oficial; dois pontos da pauta não salarial (ainda sob


Edição 67 – 19/4/2022

AGN logo mais, às 14h, definirá rumos da mobilização; SINAL se reúne com Campos Neto

Hoje, 19 de abril, é dia de debater e indicar os rumos da mobilização em defesa da Reestruturação de Carreira com reajuste salarial. Logo mais, às 14h, haverá Assembleia Geral Nacional (AGN) deliberativa, via Zoom. Confira os links para inscrição prévia e acesso à AGN virtual abaixo. Sala 1 https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZwtcumurDouE9XlCGHPMFxxgHw_M9pldbm1 Sala 2 https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZ0pf-qprD0uE9dzEO6_aew7bGE8lfa8YdDf Hoje, excepcionalmente, não haverá a AGN não deliberativa matutina. Interlocução Na tarde desta segunda-feira, 18 de abril, o SINAL, o SinTBacen e a ANBCB se reuniram com o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, a diretora de Administração, Carolina Barros, o chefe do Depes,


Edição 66 – 18/4/2022

Greve segue; participe de AGN não deliberativa logo mais, às 10h30

Conforme destacou a edição da última quinta-feira, 14 de abril, deste informativo, é aventada dentro do governo a possibilidade de um reajuste remuneratório. Todavia, o possível índice (5%) discutido entre o Planalto e a equipe econômica nem de longe supriria as perdas salarias sofridas pelos servidores do Banco Central do Brasil nos últimos anos. Como ficaria, então, a grande defasagem já acumulada? E a pauta não salarial, há perspectivas? Estas e outras questões, que afligem a categoria, deveriam ser respondidas pelo chefe da Autarquia, Roberto Campos Neto, que, por sua vez, tem se recusado a receber as representações da categoria,


Chegou o segundo volume da revista digital Sinalizando; confira

Chegou o segundo volume da Sinalizando, revista digital do Sindicato, destinada a tratar de uma série de temas de interesse dos servidores do Banco Central do Brasil. A publicação possui um layout que se adapta a diferentes tipos de dispositivos, com menus interativos, facilitando a leitura em smartphones e tablets. Nesta segunda edição destaque para a luta em defesa da Reestruturação de Carreira com reajuste salarial. As tentativas de estabelecimento de uma mesa negocial com o governo, o crescimento da mobilização que culminou na greve iniciada em 1º de abril e as perspectivas futuras estão em pauta. A luta contra


<< Anterior | 12345678 910111213141516171819 | Próxima >>